Linhas ficam paralisadas em Suzano, Poá e Ferraz

Trabalhadores pedem vacinação contra Covid-19
Trabalhadores pedem vacinação contra Covid-19 - FOTO: Daniel Carvalho/Mogi News

A paralisação de funcionários que prestam serviços para a Radial Transportes, concessionária da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), atingiu ontem as linhas 315, 460 e 843. As linhas de coletivos intermunicipais atendem aos municípios de Poá, Ferraz de Vasconcelos e Suzano.

Apuração feira pela reportagem apontou que a reivindicação é pela vacinação, pagamento de horas extras do mês anterior não quitadas, vale alimentação que está atrasado há mais de um mês e pela inexistência de um prazo para a distribuição de cestas básicas.

Quando questionada, a EMTU explicou que não é responsável pelos pagamentos e contratações de funcionários, embora a Radial Transportes seja sua concessionária. A responsabilidade é, portanto, da empresa que, apesar de questionada, não respondeu à reportagem até o fechamento desta edição.

Portanto, ainda não se sabe o por quê de todos os atrasos de pagamentos, bem como na falta de um prazo para a entrega das cestas básicas aos funcionários e nem mesmo quando o problema será solucionado.

A Prefeitura de Poá afirmou que a paralisação durou 4 horas e os ônibus voltaram ao normal a partir das 10 horas. Já a Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana de Ferraz, explicou que o atendimento dos coletivos foi retomado pouco antes das 11 horas. A Pasta notificou a empresa concessionária do serviço para garantir o atendimento.

O mesmo garantiu a Prefeitura de Suzano, quando contou que a circulação dos ônibus não foi prejudicada, já que a linha 843 voltou ao normal ainda durante a manhã.