Tráfego na Mogi-Bertioga cai 36%

DER não conseguiu informar o tráfego efetivo na rodovia durante a Páscoa
DER não conseguiu informar o tráfego efetivo na rodovia durante a Páscoa - FOTO: Emanuel Aquilera

O governo do Estado de São Paulo registrou uma queda de 36% na movimentação de veículos na rodovia que liga o Alto Tietê às praias do litoral norte paulista, além das cidades da baixada santista: a Mogi-Bertioga (SP-98). De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), passaram pela via 61 mil veículos na última semana (de 26 a 4 de abril), ante os 96 mil, no mesmo período da semana anterior à Fase Vermelha (de 5 a 14 de março).

"São 35 mil veículos a menos só na Mogi-Bertioga. Estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para desestimular o fluxo rumo ao litoral e, em especial, à baixada santista. O momento é de ficar em casa e salvar vidas", afirmou o secretário de Logística e Transportes de São Paulo, João Octaviano Machado Neto.

Apesar de solicitados, os dados referentes ao tráfego de veículos durante o período de Páscoa (2 ao 4 deste mês) ainda não foram contabilizados pelo DER.

Após mobilizações de campanhas para que as famílias ficassem em casa durante a Páscoa, para evitar o coronavírus (Covid-19), a quantidade de veículos que passou pelo corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-70) foi 45% menor do que na Páscoa de 2020. A Ecopistas registrou a passagem de 506 mil veículos nas quatro praças de pedágio da rodovia, instaladas na cidades de Itaquaquecetuba e Guararema, nos dois sentidos.

A concessionária não delimitou uma previsão de fluxo para o feriado. A recomendação da concessionária foi que os usuários não façam viagens desnecessárias.