Banco do Povo anuncia crédito emergencial

O Banco do Povo Paulista de Suzano anunciou uma nova linha de crédito emergencial para apoiar os empreendedores em meio à pandemia do coronavírus (Covid-19). A modalidade terá início segunda-feira para quem atua em setores considerados vulneráveis às restrições sociais. A iniciativa é uma parceria entre o governo do Estado e a Prefeitura de Suzano.

Para participar é preciso ser um empreendedor formalizado (MEI, ME, EPP, LTDA e EIRELI) e sem restrição de crédito junto ao Serasa. Também é necessário ter concluído um dos cursos do Empreenda Rápido, disponíveis no link (empreendarapido.sebraesp.com.br). Os valores podem ser solicitados até o dia 30 de junho para pagamento de contas, tributos e boletos com o objetivo de regularizar o negócio.

O crédito tem limite de R$ 10 mil com prazo de pagamento em até 36 meses. O empréstimo tem carência de 180 dias e conta com juros de até 0,35% ao mês mais cobrança de 1% de Tarifa de Sustentabilidade do Fundo (TSF) e Fundo de Aval (FDA). Para a linha emergencial alguns requisitos foram alterados para facilitar o acesso ao recurso.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego, André Loducca, afirmou que o governo de São Paulo liberou R$ 50 milhões para filiais em todo o Estado, o que vai estimular a geração de renda e o empreendedorismo. "Com o apoio do governo do Estado, esperamos fortalecer o comércio local e contribuir para uma melhora econômica por meio dos créditos acessíveis e com juros baixos", disse Loducca.

Por conta da pandemia, o Banco do Povo está atuando de forma remota. Os interessados podem entrar em contato pelos telefones do Centrus, 4744-6778, do Centrus Norte, 4934-5490, ou pelo e-mail [email protected]