Grupo cria comitê para ajudar cidade a combater pandemia

Uma das propostas é apresentar ideias que contribuam na retomada econômica
Uma das propostas é apresentar ideias que contribuam na retomada econômica - FOTO: Emanuel Aquilera

Com o intuito de propor e encontrar alternativas para que a Prefeitura de Mogi das Cruzes supere mais rapidamente os impactos causados pela pandemia do coronavírus, foi criado anteontem o Comitê Integrador e Participativo de Enfrentamento às Consequências do Covid-19 (Cipec). O grupo é composto por onze entidades e tem como porta-voz o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi e Região (Sincomércio), Valterli Martinez, que divulgará o plano inicial nos próximos dias.

Durante a reunião que oficializou a criação do novo comitê, foram discutidas as possibilidades de colaboração dos onze integrantes para a retomada econômica de Mogi. Os assuntos tratados terão sempre o objetivo de apoio e atuação conjunta para buscar soluções dos impactos com a Prefeitura, que está à disposição dos membros do Cipec.

Também ficou definido que o comitê tem como meta a cooperação nas iniciativas da administração municipal e o compartilhamento da responsabilidade nas tomadas de decisões.

"Um dos principais objetivos é estudar ações preventivas voltadas às atividades geradoras de emprego, além de alternativas para manter o isolamento social de maneira distante dos conceitos de essencialidade e limitação de horário de funcionamento de atividades econômicas", explicou o porta-voz do comitê, Valterli Martinez.

Para isso, todos os membros que participam do grupo terão ações específicas que serão discutidas em reuniões semanais, podendo ocorrer emergencialmente também.

São integrantes do Cipec a Associação dos Empresários Contábeis do Alto Tietê (Aescon), Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Mogi (Aeamc), Bunkyo - Associação Cultural de Mogi, Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) Mogi, Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Regional Alto Tietê, Conselho Regional de Contabilidade (CRC) Mogi, Sincomércio, Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis (Sescon) Mogi, Sindicato dos Empregados no Comércio de Mogi (Sincomerciários), Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário de Mogi, Suzano, Guararema, Biritiba Mirim e Salesópolis, além do Sindicato Rural de Mogi.

A direção do Ciesp Alto Tietê informou ontem que a meta ao participar do Cipec é poder contribuir na tomada de decisões, colocando em evidência as necessidades do setor industrial e, principalmente, assegurar o mínimo de planejamento para que as indústrias não sejam surpreendidas com situações que comprometam a atividade.

Deixe uma resposta

Comentários