EDP reforça medidas para prevenção de acidentes

Com o agravamento da pandemia de Covid-19, o isolamento social se torna ainda mais necessário e, passando mais tempo em casa, é preciso também reforçar os cuidados com a segurança para evitar acidentes domésticos. A EDP, distribuidora de energia elétrica que atende o Alto Tietê, elenca medidas de prevenção com energia elétrica.

Segundo a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), no ano de 2020 foram registrados mais de 200 óbitos por choque elétrico em ambiente doméstico. As principais origens foram por meio do contato com máquinas de lavar e tanquinho (19 casos), carregadores de celular (18 registros) e por benjamim, extensão e tomadas (15 casos).

Para preservar a família e evitar riscos desnecessários, o principal é ter toda a fiação elétrica da residência devidamente protegida e muito bem instalada. A má instalação dos fios pode gerar prejuízos como desperdício de energia resultante do superaquecimento da fiação e, principalmente, riscos de curto-circuito e incêndio. "O uso seguro e eficiente da eletricidade deve ser uma constante no convívio familiar, para prevenir acidentes e também combater o desperdício. A utilização de aparelhos elétricos deve acontecer sempre de forma consciente", ressaltou Vilmar Abreu, gestor de excelência ao cliente da EDP.

Outro ponto importante é a utilização de "T" ou "Benjamins", que pode comprometer as instalações elétricas. Cada tomada é projetada para uma determinada corrente e o acúmulo de equipamentos em um mesmo ponto pode resultar em sobrecarga. Tomadas escurecidas ou com sinais de derretimento podem significar um problema na instalação elétrica de casa.