"Diálogos sobre a Educação de Mogi" se encerram hoje

A programação da série de encontros online "Diálogos sobre a Educação de Mogi das Cruzes", organizada pela Secretaria de Educação e a Escola de Governo, se encerra hoje com transmissão ao vivo das 19 às 20h30, por meio do Youtube da Secretaria de Educação e pela TV Câmara no canal digital 3.2. Os encontros reúnem especialistas para um diálogo sobre o futuro da educação mogiana, políticas públicas, inovação e boas práticas na gestão pública

Um pacto municipal pela educação da cidade foi um ponto em comum entre os especialistas, que participaram do evento anteontem com mediação da vice-prefeita Priscila Yamagami Kahler e participação do secretário interino de Educação, Caio Callegari. "Vemos a educação como centro de governo, centro da gestão. Temos trabalhado contemplando a união nesse momento difícil. Este diálogo nos traz perspectivas para a construção de uma educação mais justa e de excelência em nossa cidade. Vamos transformar o Brasil a partir de Mogi", observou a vice-prefeita.

O encontro teve início com a participação de Priscila Cruz, presidente do Todos pela Educação, que destacou a necessidade da colaboração de todos neste momento. "É preciso ter um ambiente de colaboração, interinstitucional e interáreas. A educação é prioridade. Temos um documento 'Educação já municípios' com uma série de ações. É preciso ambicionar a educação em um patamar muito superior ao de antes da pandemia", disse.

André Stábile, ex-Secretário de Educação em São Caetano do Sul-SP, também apontou a necessidade de um trabalho multidisciplinar. "A cidade devem colocar a educação como centro de um projeto de desenvolvimento. Estamos em uma crise sem precedentes e existe a necessidade de nós dar uma resposta através de uma visão sistêmica, atuando de maneira multidisciplinar para dar uma resposta a altura da magnitude da pandemia".

A experiência como governador do Distrito Federal foi lembrada pelo senador e ex-Ministro da Educação, Cristovam Buarque. "A educação é o vetor de construção da nação. Nação é mais do que um país é um sentimento que se faz na escola. Realizamos um trabalho no Distrito Federal para educar a cidade para respeitar a faixa de pedestre, o que acontece até hoje. Foi uma engenharia pedagógica que demorou meses. A cidade tem que ser educada. É através da educação que se faz uma cidade solidária", disse.

O público participou do evento pelo chat do Youtube da Secretaria de Educação e pela ferramenta Slido. O prefeito Caio Cunha (Pode) encerrou o evento destacando a oportunidade de transformar a educação neste momento.