Aulas presenciais devem retornar a partir do dia 26

Acolhimento deverá ter um limite de até 25% dos estudantes de cada unidade
Acolhimento deverá ter um limite de até 25% dos estudantes de cada unidade - FOTO: Mogi News/Divulgação

As escolas das redes estadual e particular de Suzano poderão retomar, a partir do dia 26, o acolhimento presencial com limite de até 25% dos estudantes. A abertura deverá ser feita de forma segura, seguindo todos os protocolos sanitários, e cada responsável deverá assinar um termo. Já a rede municipal segue com ensino à distância até novas definições. De toda forma, a Prefeitura orienta que todos, se possível, continuem com o ensino remoto.

As novas medidas foram discutidas em reunião entre o prefeito Rodrigo Ashiuchi e integrantes das Secretarias Municipais de Educação, de Saúde e de Assuntos Jurídicos, junto ao Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus da cidade, na última semana. Os órgãos de classe também foram ouvidos.

Com isso, as redes estadual e privada deverão promover de 22 a 25 de abril o planejamento, a preparação e a organização das unidades para a volta dos alunos de educação infantil até o ensino médio e técnico. Já a partir do dia 26, haverá a abertura parcial e segura exclusivamente para acolhimento, com limite de 25% do público.

A partir dos critérios apresentados, será priorizado o retorno dos estudantes de educação infantil ao ensino médio e técnico que não têm acesso à Internet; dos que vivem em situação de extrema vulnerabilidade; dos que têm dificuldades de aprendizado via web; e dos que têm pais ou responsáveis que atuam na linha de frente ou em serviços essenciais. As unidades escolares deverão trabalhar com o método híbrido.

Segundo o titular da Educação suzanense, Leandro Bassini, o pedido é para que todos continuem dando preferência ao ensino remoto, principalmente enquanto as cidades estiverem nas fases vermelha e laranja do Plano São Paulo. "Apesar da queda no número de internações, pedimos que todos continuem se cuidando. Estamos retomando aos poucos com o acolhimento presencial. A rede municipal continuará com o ensino à distância, mas as escolas estaduais e privadas poderão funcionar, desde que atendam às exigências estabelecidas pelo munícipio", destacou.

Uma das principais medidas será a assinatura de um termo por parte dos pais ou responsáveis para permitir a ida de seus filhos à escola. Também é solicitado que a unidade forneça álcool em gel, faça o aferimento de temperatura, exija o uso de máscaras e que pratique o distanciamento social em sala de aula.