Patrulha Rural da Guarda Municipal resgata ave ferida

O animal foi encaminhado ao NPCA para ser medicado
O animal foi encaminhado ao NPCA para ser medicado - FOTO: Divulgação/PMMC

A Patrulha Rural da Guarda Civil Municipal (GCM) de Mogi das Cruzes resgatou, na manhã de anontem, uma ave silvestre, da espécie biguá, que estava ferida. O fato ocorreu na estrada da Estiva, na região do distrito de Taiaçupeba. O animal foi encaminhado para o Núcleo de Prevenção e Controle de Arboviroses (NPCA), da Secretaria Municipal de Saúde, para ser medicado.

A equipe da Patrulha Rural fazia patrulhamento na estrada da Estiva quando avistou a ave ferida. Ela foi resgatada e encaminhada ao NPCA. No exame, ficou constatado que o biguá tinha uma fratura na asa. Ela será cuidada e, posteriormente, encaminhada para o Cras Pet, no Parque Ecológico do Tietê.

O biguá é uma ave aquática que se alimenta de peixes. De plumagem escura e cerca de 75 cm de cumprimento, ela não possui a glândula uropigial, responsável pela secreção da substância que impermeabiliza as penas. Assim, elas não retêm ar, fazendo com que a ave seja mais rápida em seus mergulhos para caçar.

A Patrulha Rural faz parte da estrutura da Prefeitura para o trabalho de segurança pública em Mogi das Cruzes. O grupamento conta com veículo de tração 4x4 para percorrer as estradas vicinais do município, mesmo os locais com acesso mais difícil.

O trabalho do grupamento aproxima a Guarda Municipal dos produtores e moradores da zona rural. Ela também atua em conjunto com o Departamento de Fiscalização no monitoramento de áreas de risco e de proteção ambiental, para combater ocupações irregulares ou o parcelamento irregular de áreas.