Vereadores pedem mais patrulhamento e integração

A Câmara de Vereadores de Mogi das Cruzes recebeu na tarde de ontem representantes da Polícia Militar e da Prefeitura de Mogi das Cruzes para tratar de assuntos referentes à violência no município.

O convite foi feito ao final da sessão da Câmara de Vereadores mogiana na última quarta-feira pelo vereador Mauro de Assis Margarido (PSDB), o Maurinho do Despachante, ao secretário municipal André Ikari (Segurança), além da comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar Metropolitana (BPM/M), Patrícia Félix, e o coordenador da Guarda Municipal de Mogi, Lenivaldo Castro.

O vereador Maurinho, que preside a Comissão Permanente de Segurança, reforçou que o encontro teve como principal meta unir os trabalhos e esforços das forças públicas pela defesa da comunidade, com atenção compartilhada à da Saúde.

Os membros da Câmara levaram reclamações da comunidade sobre o aumento dos furtos no município, enquanto que a comandante da PM informou que a corporação inseriu mais duas equipes ao patrulhamento por meio do programa da Diária Especial Por Jornada Extraordinária de Trabalho (Dejem). O vereador Policial Maurino (Pode) falou sobre a falta de efetivo para atendimento às ocorrências na zona rural, pedindo o reforço no patrulhamento com a utilização deste programa.

Já o vereador Edson Santos (PSD), além de agradecer ao trabalho já realizado, pediu o fortalecimento do programa Vizinhança Solidária, que cria núcleos de comunicação entre moradores que ajudam as autoridades na informação de ocorrências. O parlamentar Eduardo Ota (Pode) falou sobre a falta de funcionamento de uma das câmeras integradas à Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp).

Agenda

Esta foi a primeira das reuniões extraordinárias entre membros da Câmara e autoridades. Na manhã de hoje, está marcada a reunião da Comissão Permanente de Indústria e Comércio com representantes da Prefeitura de Mogi das Cruzes e de entidades ligadas à atividade comercial. (A.D.)

Deixe uma resposta

Comentários