Nova fase permite serviço no local

Estabelecimentos podem receber até 25% dos clientes
Estabelecimentos podem receber até 25% dos clientes - FOTO: Emanuel Aquilera

As novas regras da Fase de Transição para retomada gradativa da economia do Estado de São Paulo, em vigor desde anteontem, autorizam o atendimento presencial em atividades comerciais, incluindo shoppings e galerias, no horário das 11 às 19 horas, respeitando o limite de 25% do número de pessoas, distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os consumidores e funcionários e protocolos sanitários. A nova norma também permite atividades religiosas coletivas (igrejas e templos), também limitadas a 25% da capacidade e cumprimento de regras sanitárias.

Mogi das Cruzes registrou queda nos índices de ocupação de leitos e segue a determinação do Governo Estadual, que classificou todo o Estado de São Paulo nesta fase. No entanto, diferentemente do Estado, que estabeleceu esta nova fase até o dia 2 de maio, a Prefeitura de Mogi das Cruzes publicou um decreto apenas para uma primeira etapa da atual Fase de Transição.

As regras estabelecidas no Decreto Municipal 20.008, de 17 de abril de 2021, seguem até as 23h59 do dia 23 de abril - no fim de semana haverá nova avaliação da situação da pandemia na cidade. A opção por um protocolo mais rígido visa a uma redução mais acentuada dos casos de Covid-19 no município - embora haja redução da ocupação de leitos, a situação ainda é crítica.

Exemplo de medida mais restritiva na cidade é o limite de uma pessoa para cada dez metros quadrados e a entrada de apenas uma pessoa por família em supermercados, mercados e congêneres. Permanece autorizado o funcionamento das atividades e serviços considerados essenciais, conforme as medidas restritivas da Fase Vermelha do Plano São Paulo.

A restrição de circulação de pessoas continua das 22 às 5 horas - nesse horário, é restrita ao desempenho de atividades essenciais.

A Secretaria Municipal de Segurança informa que mantém diariamente ações de combate a desrespeito medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia. O trabalho conta com a participação das equipes do Departamento de Fiscalização de Posturas e da Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar. O trabalho é realizado continuamente, durante todos os dias da semana, dentro da programação das equipes. Durante os final de semana, esta ação é intensificada.

Denúncias sobre desrespeito, aglomerações ou festas clandestinas podem ser feitas pelo telefone 153, da Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp), que atende 24 horas por dia. (T.M.)