AME é a nova unidade da SPDM com acreditação internacional

Unidade oferece atendimento referenciado, de média complexidade para 11 municípios
Unidade oferece atendimento referenciado, de média complexidade para 11 municípios - FOTO: Divulgação

O Ambulatório Médico de Especialidades (AME) Mogi das Cruzes, unidade gerenciada pela SPDM - Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, em parceria com o governo do Estado de São Paulo, se tornou na terça-feira da semana passada o primeiro AME da SPDM a receber a acreditação internacional de qualidade nível Diamante, concedida pela Health Standards Organization, em parceria com a IQG - Health Service Acreditation. Trata-se do mais alto nível emitido pela instituição.

O programa de excelência Qmentum International oferece um processo de avaliação que orienta e monitora padrões de alta performance, para que as organizações melhorem constantemente o seu desempenho. A unidade recebeu oito visitas para monitorias durante um período de dois anos.

São almejados os seguintes pontos para receber o certificado: integração de normas e melhores práticas aprovadas e adotadas internacionalmente, redução no potencial de ocorrência de incidentes de segurança do paciente, acompanhamento dos indicadores de desempenho e resultado, aprimoramento contínuo de padrões de excelência e de melhores práticas, além da visão voltada para a o cuidado centrado no paciente

Referência

O AME oferece atendimento referenciado, de média complexidade, para 11 municípios da região do Alto Tietê, em 12 especialidades: cardiologia, dermatologia, oftalmologia, mastologia, ortopedia, otorrinolaringologia, proctologia, pneumologia, urologia, cirurgias de cabeça e pescoço, vascular e geral. Em 2020, realizou mais de 13 mil atendimentos mensais, em média, entre consultas e exames.

"Dentre os destaques na assistência ofertada à população, estão as linhas de cuidados oncológicas, que visam o diagnóstico precoce de casos suspeitos em até 40 dias, e a Pós-Covid, voltada à reabilitação pós-hospitalar de pacientes acometidos pela doença, em até 90 dias. Somente nesta linha, atendemos no ano passado cerca de 440 pacientes", afirmou Roberta Kelly Oliveira Camargo, gerente assistencial do AME.

Um dos pontos que ajudou o ambulatório a obter a certificação foi o trabalho realizado na implantação da Central de Regulação Interna da unidade, um serviço que busca otimizar a oferta de vagas da unidade para a rede primária, assim como o correto encaminhamento de pacientes para atendimento em serviços de maior complexidade.

"Para ofertar um atendimento de alta qualidade, como é o do AME Mogi, a adoção dos melhores processos de gestão é necessária. E esta acreditação é resultado de muito trabalho da equipe, visando, no final, oferecer sempre a melhor assistência em saúde à população do Alto Tietê", finalizou Luiz Carlos Barbosa, diretor-técnico do AME Mogi.