Academias, bares e restaurantes retornam com atendimento local

Atendimento será condicionado a 25% da capacidade total dos estabelecimentos
Atendimento será condicionado a 25% da capacidade total dos estabelecimentos - FOTO: Mogi News/Arquivo

Alto Tietê inicia hoje uma nova etapa da Fase de Transição, que deve se encerrar na próxima sexta-feira e permitirá o funcionamento de bares, restaurantes e atividades religiosas, com atendimento presencial, além das academias e parques municipais. Seguindo as determinações do governo estadual, a fase de transição está entre as fases vermelha e laranja e foi implantada no último domingo.

O motivo, de acordo com o governador paulista, João Doria (PSDB), é a retomada gradativa da economia, uma vez que houve uma leve queda nas ocupações de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Enfermaria por pacientes com coronavírus (Covid-19) na região e na Grande São Paulo. Durante a próxima semana, a contar a partir de hoje, o horário de funcionamento de restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias e atividades culturais será das 11 às 19 horas.

Em relação às academias da região, por determinação estadual, elas poderão funcionar das 7 às 11 horas e das 15 às 19 horas. Ou seja, está permitido o atendimento presencial durante 8 horas, entre as 6 e 19 horas. Os parques municipais como o Centenário da Imigração Japonesa, em Mogi das Cruzes, e o Max Feffer, em Suzano, passam hoje a receber visitantes entre as 6 e as 18 horas.

Ainda de acordo com as informações do governo do Estado de São Paulo, continua valendo a operação dos estabelecimentos comerciais e a realização de cerimônias e cultos religiosos com restrições. Isso, desde que todos sigam rigorosamente todos os protocolos de higiene e distanciamento social necessários para conter a disseminação da Covid-19.

A próxima atualização a ser divulgada por João Doria está prevista para ocorrer a partir do dia 1º do próximo mês. Os municípios, individualmente, têm a permissão para criarem decretos próprios para nortear o funcionamento das atividades caso classifiquem como necessárias regras mais rígidas.

Este é o caso de Mogi das Cruzes, que em vez de seguir à risca todas as datas do Estado, decidiu iniciar a fase de transição no domingo anterior e encerrar ontem, quando realizou uma nova avaliação. A Prefeitura também divulgou um novo decreto municipal como já era previsto, ao contrário das outras cidades que estão cumprindo as datas e regras exclusivamente estaduais.