Primeiro final de semana não muda isolamento social

A flexibilização do Plano São Paulo no Alto Tietê não gerou grande mudança no nível de isolamento social da população. No domingo passado, a taxa de isolamento médio foi de 46% para as cinco cidades mais populosas da região (G5), repetindo o resultado da semana anterior. O comparativo entre sábados também apresentou semelhança: as cidades marcaram 42% nas duas semanas. Os dados foram disponibilizados pelo Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo (Simi), por meio de uma parceria com as operadoras de telefonia celular.

No primeiro dia de abertura de restaurantes, parques e cinemas pela flexibilização do Plano São Paulo, a taxa de isolamento se manteve próxima do que já vinha sendo praticada em fases mais restritivas, como a emergencial do Plano São Paulo. A expectativa agora é em relação ao comportamento da população nas próximas semanas. É durante os dias úteis que as taxas costumam cair drasticamente em razão da circulação de trabalhadores.

Tradicionalmente, desde que o governo o Estado iniciou o monitoramento do isolamento, em março de 2020, os finais de semana - dias de folga para maioria - são responsáveis pelas melhores taxas. Os índices apresentados durante sábado e domingo comprovam que, quando a população consegue ficar em casa, em sua maioria ela permancece e mantém o distanciamento.

Analisando os dados das cidades individualmente houve pequena variação para todas. Em Mogi, o domingo passado foi de 49% e o anterior de 50%; o sábado repetiu os 44%. Em Suzano, o sábado passado repetiu a taxa de isolamento de 42% da semana anterior, já o domingo marcou uma leve redução de 47% na semana passada para 44%.

Itaquaquecetuba chegou até a superar o que havia marcado na semana passada, ainda que em apenas um ponto percentual. Neste domingo, o isolamento foi de 44% e o sábado repetiu os 41% da semana anterior.

Ferraz de Vasconcelos que, seguidamente vinha marcando as melhores taxas do G5, manteve o isolamento mais alto da região neste domingo, com metade de sua população em casa. Na semana passada, havia sido 49%. O sábado empatou com o anterior em 45%.

Por sua vez, Poá informou um percentual de 43% de isolamento neste domingo e 44% no domingo passado. Já o sábado poaense é o de menor respeito às medidas de isolamento no G5, nesta semana foi de apenas 38% e na anterior, 39%.

*Texto supervisionado pelo editor.

Deixe uma resposta

Comentários