Comissão da Câmara visita obras da Maternidade

A Comissão Permanente de Obras, Habitação, Meio Ambiente, Urbanismo e Semae da Câmara de Mogi das Cruzes realizou na manhã de ontem uma visita técnica de acompanhamento das obras do futuro Hospital e Maternidade de Braz Cubas.

Os vereadores Carlos Lucareski (PV), Vitor Emori (PL), Osvaldo Antonio da Silva (Republicanos) e Marcos Furlan (DEM) estiveram acompanhados da secretária municipal de Obras, Leila de Alcântara Galvão. O grupo percorreu os cinco pavimentos do prédio para averiguar o andamento e detalhamento das funções que serão disponibilizadas para a população futuramente.

Segundo Leila, o cronograma para a entrega da primeira etapa está com 80% concluído, com a data de conclusão mantida para junho deste ano, e a entrega de todo o complexo hospitalar prevista para abril do ano que vem. "Neste primeiro momento serão disponibilizados o térreo, o segundo e o terceiro andares para a abertura de leitos", explicou.

No total, a estrutura poderá oferecer 53 vagas, que poderão ser utilizadas na ocupação de pacientes com Covid-19 que hoje estão instalados no Hospital Municipal de Braz Cubas. A vantagem, segundo a secretária, é que com a nova estrutura a conversão de leitos de Enfermaria em leitos de UTI será mais rápida, uma vez que todas as unidades possuirão saída para oxigênio medicinal.

Em março, questionado sobre a possibilidade de instalar um hospital de campanha para atender à demanda que era crescente na época, o prefeito Caio Cunha (Pode) respondeu que "os valores entre as opções são semelhantes, com o diferencial que estamos investindo em algo que será permanente em nossa cidade". (A.D.)

Deixe uma resposta

Comentários