Fase de transição é prorrogada com horário prolongado

Os municípios do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) devem seguir o Plano São Paulo na prorrogação da Fase de Transição até o dia 9 de maio, agora com mais flexibilização para os comércios e serviços, que a partir do próximo sábado poderão funcionar das 6 às 20 horas - seis horas a mais do que o atual das 11 às 19 horas, com limitação de 25% da capacidade.

A queda gradual nos índices da pandemia da Covid-19 permitiu a nova flexibilização. Na região do Condemat, os óbitos tiveram queda de 7% nos últimos 14 dias, com relação aos 14 dias anteriores. A taxa de internação na região está abaixo de 80%.

De acordo com o secretário executivo do Condemat, Adriano Leite a ampliação nos horários de funcionamento do setor de comércios e serviços é benéfica para o planejamento dos empreendedores, bem como para diluir o movimento de pessoas nos estabelecimentos.

"Essa ampliação dos horários é benéfica neste momento aos comerciantes que precisam atender à recomendação de capacidade máxima de ocupação e para a população em geral, porém é necessário que todos entendam que os cuidados devem ser mantidos para que possamos continuar avançando no enfrentamento à pandemia do coronavírus, até porque o número de novos casos continua alto", disse.

O horário estendido das 6 às 20 horas vale a partir do próximo sábado dia 1º para estabelecimentos comerciais, galerias e shoppings. O mesmo expediente poderá ser seguido por serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus.

Para evitar aglomerações, a capacidade máxima de ocupação nos estabelecimentos liberados está mantida em 25%. O toque de recolher continua vigente, das 20 às 5 horas, assim como a recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias.