Auxílio Emergencial começa a ser pago hoje

Prefeito anunciou o início do pagamento durante live
Prefeito anunciou o início do pagamento durante live - FOTO: Emanuel Aquilera

A Prefeitura de Mogi das Cruzes confirmou na noite de ontem que os pagamentos do programa Auxílio Emergencial Mogiano terão início hoje. O benefício será concedido a famílias da cidade em situação de vulnerabilidade por um período de três meses.

A confirmação foi feita durante a live realizada pelo prefeito Caio Cunha e pela vice-prefeita Priscila Yamagami (ambos do Podemos), quando também foi apresentado o programa Mogi Contra a Fome (leia mais ao lado).

Os pagamentos serão destinados para famílias já beneficiadas ou em espera para receber o programa Bolsa Família, do governo federal, e que estão referenciadas no Cadastro Único (CadÚnico), com renda per capita de
R$ 89 a R$ 178. O programa destinará R$ 100 mensalmente em três parcelas como complemento ao programa de Auxílio Emergencial do governo federal.

Os pagamentos serão feitos por meio do aplicativo Caixa Tem, disponível em todas as plataformas de aplicativos. Segundo o prefeito de Mogi das Cruzes, as famílias que já estão cadastradas no Auxílio Emergencial federal receberão automaticamente; para agilizar ainda mais o processo, os munícipes que não possuem a conta social já tiveram o processo realizado pela municipalidade.

O cronograma de pagamentos será feito ao longo da semana e levará em conta a data de aniversário do beneficiário. A primeira parcela será paga entre hoje e 7 de maio; a segunda será entre os dias 24 e 31 de maio e a última, entre os dias 23 e 30 de junho.

Com o intuito de ajudar a população em caso de dúvidas, a Prefeitura de Mogi das Cruzes colocou à disposição dos beneficiários o número de WhatsApp (11) 99818-7577 e as unidades do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) instaladas nos bairros. Mais informações sobre os endereços estão na página da prefeitura de Mogi na internet (http://www.pmmc.com.br). "Nós orientamos que, por medida de segurança sanitária, os moradores podem tirar suas dúvidas pelo WhatsApp e nas unidades do Cras", ressaltou a vice-prefeita mogiana.

Os gestores municipais também informaram que a regularização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) é fundamental para que o morador da cidade possa ter acesso ao Auxílio Emergencial Mogiano. O prazo final para estar apto a receber o benefício é 14 de maio, e quem fizer a regularização no prazo receberá juntas a primeira e segunda parcelas.

O programa foi aprovado na primeira quinzena do mês de abril pela Câmara de Vereadores, juntamente com o programa Auxílio Empreendedor Mogiano, destinado a micro e pequenos empresários afetados pela pandemia. Com investimentos de R$ 9,7 milhões para o Auxílio Emergencial para famílias e R$ 6,7 milhões para as empresas, foram destinados R$ 16,4 milhões para o amparo direto dos moradores.

A expectativa da Prefeitura de Mogi é de atender mais de 32,4 mil famílias com o programa destinado às pessoas físicas. Em sua primeira semana de captação, 281 micro e pequenas empresas já se inscreveram para o Auxílio Empreendedor.

Deixe uma resposta

Comentários