DAEE confirma novas obras no Alto Tietê para o 2º semestre

Serviços de limpeza em três quilômetros do rio Jundiaí continuam em andamento
Serviços de limpeza em três quilômetros do rio Jundiaí continuam em andamento - FOTO: Mariana Acioli/Arquivo

O Departamento de Águas e Energia Elétrica do governo do Estado de São Paulo (DAEE) informou na tarde de anteontem que os cinco editais do novo pacote de obras de infraestrutura que incluirão o Alto Tietê estão na etapa final de elaboração e serão abertos para concorrência a partir do segundo semestre deste ano. As obras serão realizadas nas cidades de Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim, Suzano e Poá.

O DAEE informa que estão previstos o Lote "4,5", que conta a partir do córrego Sabino até a ponte da avenida João XXIII, no limite entre Mogi e Biritiba, e o Lote "5" num total de três quilômetros em duas etapas: da foz do rio Paraitinga ao córrego Capela e entre a estrada Santa Catarina e o canal de adução da Sabesp. O pacote do DAEE também prevê ações de limpeza no córrego Itaim, em São Paulo, e na cidade de Franco da Rocha.

Segundo o departamento estadual, o prazo para a realização das intervenções é de nove meses a partir da assinatura do contrato. As intervenções contarão com investimentos de R$ 34,8 milhões, de total responsabilidade do governo do Estado, sem a necessidade de contrapartidas por parte dos municípios beneficiados.

Para as próximas semanas, o DAEE promete a limpeza e desassoreamento de um trecho de 1,5 quilômetro no rio Guaió, entre Suzano e Poá, e entre a foz do rio Tietê e a rodovia Mogi-Guararema. No programa do governo estadual, está prevista a retirada de 25 mil metros cúbicos de sedimentos do leito do rio, com o objetivo de evitar alagamentos e enchentes na região no período de chuvas.

Atualmente, o DAEE informa que está realizando três intervenções de desassoreamento de cursos d'água em municípios do Alto Tietê. Somadas às ações também realizadas em São Paulo e na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo, o investimento total é de R$ 22,45 milhões na desobstrução e limpeza dos rios e córregos na região.

Segundo o órgão estadual, em Mogi das Cruzes continuam os trabalhos de desassoreamento do rio Jundiaí, entre a avenida das Orquídeas e a rua José Pereira, com a remoção de sedimentos em um trecho de três quilômetros. No limite entre Suzano e Itaquaquecetuba são 1,3 quilômetro do rio Jaguari que passam pela retirada de sedimentos. Já em Poá, o córrego do Itaim está sendo desassoreado no trecho entre a rodovia Mogi-Guararema e a avenida Marginal, com 13,5 mil metros cúbicos de materiais sendo extraídos do fundo do rio.

Em Mogi das Cruzes, a Prefeitura Municipal divulgou no mês de fevereiro a realização de mutirões de trabalho de limpeza da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, que fizeram a remoção de vegetação e entulho de dois córregos: o córrego dos Corvos (na avenida Paulo VI, em César de Souza) e o córrego do Gregório (na avenida Henrique Peres, em Braz Cubas).

Deixe uma resposta

Comentários