GCM de Poá flagra soltura de balões no Jd. São José

Ocorrência foi na noite da quinta-feira passada
Ocorrência foi na noite da quinta-feira passada - FOTO: Divulgação/Secop Poá

Durante patrulhamento preventivo na rua Jorge Tomé, no bairro Jardim São José, a equipe de Ronda Ostensiva Municipal (Romu) da Guarda Civil Municipal (GCM) de Poá flagrou uma suposta soltura de balão que tinha acoplado uma grande quantidade de fogos de artificio. Também foi encontrado um maçarico e outros acessórios utilizados para esta finalidade. A ocorrência foi na noite de quinta-feira.

Durante a ação, 20 pessoas envolvidas no crime foram surpreendidas pelos agentes da GCM. Houve tentativa de fuga do grupo pela mata, que deixaram o material para trás, porém dois deles acabaram detidos pela guarnição.

Os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Itaquaquecetuba, onde ficaram à disposição da Justiça, conforme o artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais, que classifica como infração legal a fabricação, venda, transporte ou soltura de balões que possam provocar incêndios, tanto florestais como urbanos. Tais crimes têm a pena prevista de um a três anos de prisão ou multa.

"É um crime ambiental e a Guarda Civil Municipal (GCM) está atuante nesta área também, desde que a prefeita Marcia Bin autorizou a corporação a fiscalizar crimes ambientais. Por isso, parabenizo a prefeita pela iniciativa, assim como a secretária Marlene Sant'Anna (Segurança Urbana) o comandante da GCM, Alexandre Guarnieri, e a sub-comandante Diana Freire pelo belíssimo trabalho que estão realizando em prol da segurança pública", afirmou Claudete Canada, secretária de Meio Ambiente, Recursos naturais e Serviços Urbanos.