Parque Centenário e Ilha Marabá receberão afrescos

O Núcleo Ambiental da Ilha Marabá e o Parque Centenário receberão afrescos produzidos pelo artista Guilherme Couto e o trabalho será acompanhado por professores da rede de ensino, que participam de workshops com o autor. O projeto faz parte da programação do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, e teve suas primeiras ações anteontem.

Couto iniciou a preparação do local que receberá o afresco na Ilha Marabá durante o dia e no período noturno, a partir das 18 horas, participou de um workshop com professores. As regras sanitárias são seguidas em todo o trabalho, incluindo o uso de máscara e de álcool gel, passando pela limitação de público e distanciamento social durante os encontros presenciais.

Os workshops terão continuidade durante a execução dos afrescos, tanto na Ilha Marabá como no Parque Centenário.

As secretárias municipais do Verde e Meio Ambiente, Michele de Sá Vieira, e de Cultura, Kelen Chacon, desenvolveram o projeto e contaram com o apoio da Secretaria de Educação. Michele lembra que a programação do Dia do Meio Ambiente está sendo finalizada e será divulgada em breve. "Vamos abordar temas como educação ambiental, conservação dos recursos naturais, arborização e mudanças climáticas, entre outros. E parte desses assuntos se interrelacionam com o nosso planejamento para a certificação do Programa Município Verde Azul", observou.

A atuação conjunta com a Cultura e a Educação é outro ponto fundamental neste trabalho, como observa Michele. De acordo com ela, a presença de ações culturais enriquece a programação e atrai a atenção de mais pessoas, estimulando o debate e a compreensão sobre a importância do respeito à natureza. E a participação da Secretaria de Educação garante que um grande número de pessoas - como alunos, professores e profissionais da área - estejam presentes nos eventos e atuem como agentes multiplicadores.

A secretária Kelen Chacon destacou a importância do projeto e lembrou que a presença de elementos artísticos na programação do Meio Ambiente, como os afrescos, contribui para divulgar a produção cultural do município e amplia a percepção dos cidadãos: "É muito interessante unir a riqueza natural da Ilha Marabá e do Parque Centenário com a beleza de obras como essas. Trata-se de uma parceria muito frutífera", frisou.