Governo promete para este ano edital para reformar estações

André do Prado (de azul), confirmou que reforma é solicitação antiga da região
André do Prado (de azul), confirmou que reforma é solicitação antiga da região - FOTO: Divulgação

O governo do Estado de São Paulo vai publicar ainda este ano o edital de licitação para as obras de reforma das estações Manoel Feio e Aracaré e, posteriormente, Itaquaquecetuba, da Linha 12-Safira da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

O anúncio foi feito pelo secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, aos deputados André do Prado (PL) e Antonio Assunção de Olim (PP) o delegado Olin, em reunião que contou com a presença do prefeito delegado Eduardo Boigues (PP) e dos vereadores Simone Patrícia Soares (PL) a Simone do Posto, Edson Moura (PL) e Roque Levi Santos Tavares (PL), o Dr. Roque e da liderança Arnô Cabeleireiro, na Assembleia Legislativa.

O parlamentar do Alto Tietê ressaltou a importância da reforma das estações de Itaquaquecetuba, o que irá garantir acessibilidade, segurança e conforto para os passageiros. "É uma demanda antiga da nossa região e tenho certeza que a modernização dará mais a qualidade ao atendimento ofertado à população. Essa conquista é fruto da força e união política em prol da cidade", comentou Prado.

As estações de Itaquaquecetuba recebem, diariamente, 70 mil pessoas que utilizam a Linha 12-Safira para se deslocar até a capital e demais linha que cortam a Grande São Paulo. As estruturas atuais apresentam problemas e não atendem mais a demanda crescente, além de não contarem com acessibilidade. As estações de Ferraz de Vasconcelos, Poá e Suzano, da Linha 11-Coral, já foram modernizadas.

O prefeito Eduardo Boigues disse que a reforma das estações é uma necessidade urgente do município e ficou satisfeito com o encontro. Ele ressaltou que seu projeto também é construir terminais urbanos próximos as estações de Itaquaquecetuba e Manoel Feio, o que vai permitir a integrações entre os diferentes modais de transporte público.gPara o secretário Alexandre Baldy, a reforma das estações do município é prioridade no Governo do Estado. "Nossa intenção é colocar as três estações em licitação para que possam ser modernizadas, mas a prioridade agora é fazer as obras em Manoel Feio e Aracaré de maneira urgente", finalizou.

Estações de Mogi

Para as estações de Mogi das Cruzes, na linha 11, o deputado Marcos Damasio (PL) vai iniciar gestão junto ao governo do Estado para garantir, no orçamento de 2022, recursos para a reforma de pelo menos uma das estações ferroviárias da cidade, Jundiapeba, Braz Cubas e Estudantes, estimados em torno de R$ 40 milhões cada uma.

A nova estratégia tentará transpor a dificuldade financeira apresentada pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) como motivo para não atender aos pedidos de reforma das três estações mogianas e a construção do novo prédio da Estação Mogi das Cruzes, avaliada entre R$ 100 milhões e R$ 150 milhões.

"A CPTM concorda com as obras e sabe da importância desses investimentos, mas não tem recursos. A saída governamental apresentada seria a Parceria Público Privada (PPP). No entanto, a primeira tentativa não surtiu efeito", disse Damasio após reunião com o presidente da companhia, Pedro Moro, em março.