Patrulha flagra corte de árvores em área de proteção

O crime ambiental ocorreu no distrito de Quatinga
O crime ambiental ocorreu no distrito de Quatinga - FOTO: Divulgação/PMMC

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Mogi das Cruzes fez anteontem um flagrante de crime ambiental em uma área de proteção permanente na região da estrada das Pedrinhas, no distrito de Quatinga. Dois homens, que estavam no local, foram encaminhados para a Delegacia de Investigação de Infrações e Crimes contra o Meio Ambiente (Dicma).

A equipe da Patrulha Rural realizava um patrulhamento pela região da estrada das Pedrinhas, quando encontrou um veículo estacionado e sem ocupantes na via. Os guardas realizaram uma verificação à pé pela região e cerca de 100 metros à frente escutaram barulhos vindos da mata.

Para fazer a averiguação, a equipe entrou cerca de 300 metros na vegetação, quando encontrou os dois homens e verificou o corte de árvores sem licença ou autorização. Um dos suspeitos se apresentou como proprietário da área e indicou o outro como seu funcionário. Ele disse que estava desmatando o local para a construção de uma casa.

Na área, também foi constatado um córrego em que foi construída uma ponte e represada parte da água.

A Patrulha Rural faz parte da estrutura da Prefeitura para o trabalho de segurança pública. O grupamento conta com veículo de tração 4x4 para percorrer as estradas vicinais do município, mesmo os locais com acesso mais difícil. O trabalho aproxima a GCM dos produtores e moradores da zona rural. Além da ação de segurança pública nas regiões mais afastadas, o grupamento também atua em ocorrências de preservação ambiental, e, em conjunto com o Departamento de Fiscalização, no monitoramento de áreas de risco e de proteção ambiental, para combater ocupações irregulares ou o parcelamento irregular de áreas.

Denúncias podem ser feitas por meio do telefone 153, da Ciemp.