Sintomas de Covid levam mil pessoas por mês para as UBSs

UBS Alto do Ipiranga é uma das unidades que realizam a triagem em Mogi
UBS Alto do Ipiranga é uma das unidades que realizam a triagem em Mogi - FOTO: Mogi News/Arquivo

A Prefeitura de Mogi das Cruzes vem atendendo, em média, mil pessoas por mês com a demanda espontânea de moradores apresentando sintomas suspeitos de coronavírus (Covid-19), além do trabalho itinerante realizado com a população em situação de rua e de vulnerabilidade.

Os dados foram apresentados pela Secretaria Municipal de Saúde à reportagem, após a mudança do comando da Pasta e da adoção de novas estratégias de enfrentamento à pandemia. As medidas foram tomadas na segunda quinzena de abril.

O trabalho de triagem é realizado em seis Unidades Básicas de Saúde (UBSs): Vila Suíssa, Ponte Grande, Jardim Camila, Alto Ipiranga, Jardim Universo e na UnicaFisio (localizada junto ao Hospital Municipal Pref. Waldemar Costa Filho, em Braz Cubas). Já para o atendimento aos que apresentaram sequelas causadas pela internação prolongada ou por efeito da doença, foi disponibilizada a clínica Unica, em Jundiapeba.

Segundo a Pasta, foi possível identificar uma discreta diminuição dos encaminhamentos para os serviços pré e pós-Covid. "No entanto, as demandas estão dentro da previsão e precisam ser acompanhadas diante da oscilação no número de casos registrados em todo o país", advertiu a secretaria.

A Saúde também informou que as unidades de referência prestam juntas uma média de mil atendimentos por mês para a demanda espontânea, além de aproximadamente 200 atendimentos itinerantes pelo Consultório de Rua. "Desde o início do ano, 304 pacientes foram encaminhados para o tratamento de sequela pós-Covid, sendo 163 no Ambulatório Médico de Especialidades (AME) e 141 na Única Jundiapeba. Cabe salientar que a Unica iniciou os atendimentos na última semana de abril".

Questionada sobre o andamento do processo de aquisição de testes rápidos com o uso de cotonete (swab) para detecção rápida e aprimorada do novo coronavírus, a Prefeitura informou que o processo de compra ainda está em andamento.

Mogi também tratou da Central de Monitoramento da Covid-19, que será instalada na UnicaFisio. Segundo o governo local, a iniciativa encontra-se na fase de recrutamento de pessoal para reforço da equipe multidisciplinar formada por mais de dez integrantes, que farão o acompanhamento, rastreamento e exame de pacientes confirmados com a doença.

UPA do Rodeio

A Prefeitura também falou das obras do prédio anexo à Unidade Pronto Atendimento (UPA) do bairro do Rodeio, onde está sendo construído o Centro Integrado de Assistência à Saúde (Cias).

Segundo a Secretaria Municipal de Obras, a construção do espaço está em andamento, com 80% do cronograma de serviços concluído. "Atualmente estamos na etapa de planejamento para atender pacientes com sequelas de Covid, caso haja necessidade de um novo prédio para atender à demanda".