Centro de Lutas poderá ser viabilizado em Jundiapeba

Centro de Lutas poderá atender até 500 atletas em treinamento por semana
Centro de Lutas poderá atender até 500 atletas em treinamento por semana - FOTO: Junior Lago/PMMC

Na semana passada, o vereador mogiano Marcos Furlan (DEM) anunciou por meio das redes sociais o início dos estudos para a implantação de um centro esportivo voltado às artes marciais no distrito de Jundiapeba, em Mogi das Cruzes. A iniciativa, segundo o parlamentar, foi discutida com a administração municipal, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer.

O vídeo, publicado nas redes sociais, mostrou o vereador Furlan em uma quadra desportiva no distrito de Jundiapeba, em uma visita conjunta com o secretário de Esporte e Lazer do município, Ewerton Komatsubara, além de instrutores de diversas modalidades.

O ginásio, segundo o vereador, poderá passar por intervenções para se transformar em um novo centro esportivo dedicado às lutas. A expectativa do parlamentar é de que até 500 atletas possam ser atendidos semanalmente no local.

Na ocasião, Furlan afirmou que o ginásio será ocupado por modalidades como jiu-jitsu, judô, boxe, e karatê, dentre outras. "Com certeza daremos uma nova conotação ao local, com disciplina, foco e luta, sendo muito bom para Jundiapeba", afirmou o vereador, que é presidente da Comissão Permanente de Esporte e Lazer na Câmara de Mogi das Cruzes.

A iniciativa foi recebida de maneira positiva por algumas lideranças de projetos esportivos ligados às artes marciais que atuam no município. Anderson Firmino, idealizador do projeto Alfa Boxe, no distrito de Jundiapeba, afirmou que o projeto é positivo para o bairro, e que outras iniciativas devem ser abraçadas pela comunidade. "É preciso valorizar os jovens, dando a eles oportunidades", concluiu.

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Mogi das Cruzes, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, informou que o Centro de Lutas é um projeto que está sendo discutido e estudado para implantação, dentro de um espaço já existente em Jundiapeba. "A iniciativa vai de encontro às diretrizes da atual gestão da Prefeitura, de democratização da prática esportiva, descentralizando e oferecendo opções diversas para a população dos bairros da cidade", explicou.

Em uma transmissão na internet no mês de abril, o prefeito Caio Cunha (Pode) chegou a afirmar que estudava homenagear o ex-pugilista mogiano Jackson Durães, falecido no dia 6 de abril, em decorrência de complicações pela Covid-19.

Deixe uma resposta

Comentários