Em três dias, 764 pessoas com comorbidades foram vacinadas

Vacinação abrange pessoas com deficiência e portadores de Síndrome de Down
Vacinação abrange pessoas com deficiência e portadores de Síndrome de Down - FOTO: Divulgação/PMMC

Mogi das Cruzes já vacinou 764 moradores com comorbidades contra o coronavírus (Covid-19). A aplicação da primeira dose no grupo que entrou para a lista de prioridades começou na terça-feira e deverá continuar pelas próximas semanas. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, 29 pessoas com deficiência permanente que têm entre 55 e 59 anos também foram imunizados nesta nova etapa da campanha.

Além do novo público, a Prefeitura também dá seguimento na vacinação dos outros grupos. "Entre os dias 6 e 12 de maio, 9.033 novas primeiras doses contra a Covid-19 foram aplicadas, conforme dados do Vacivida (passando de 67.179 no dia 6 para 76.212 no dia 12). Neste acréscimo estão idosos, remanescentes de profissionais de Educação e da Saúde e, principalmente, pessoas com deficiência permanente e severa e portadores de comorbidades", destacou o Executivo.

Para receber a dose, a pessoa precisa ter mais de 18 anos e entregar, no momento da vacinação, uma carta ou declaração médica com diagnóstico que comprove sua condição de acordo com os critérios definidos pelo Ministério da Saúde. Também é obrigatória a apresentação de documento pessoal com foto, CPF e comprovante de residência.

Dentro do G5 - conjunto das cinco cidades mais populosas do Alto Tietê - a campanha de imunização também acompanha as novas determinações. Suzano detalhou que 58 pessoas com Síndrome de Down, 41 transplantadas, 71 que fazem hemodiálise e 29 que têm o vírus HIV receberam a primeira dose da vacina Oxford/AstraZeneca na quarta-feira. Ontem, ocorreu a imunização de indivíduos de 55 a 59 anos com comorbidades.

"Para este público foram enviadas 5,4 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca. O balanço sobre a quantidade de pessoas imunizadas deste grupo prioritário aponta que 1.424 doses foram aplicadas", declarou a Prefeitura.

Em Poá, foram vacinados pelo menos 79 pessoas dos novos grupos prioritários. De acordo com a Prefeitura foram imunizados pessoas com Síndrome de Down (31), gestantes portadoras de comorbidades (4), puérperas com comorbidades (12), motoristas e cobradores de transporte público (21 pela chamada xepa), pessoas com benefício de prestação continuada de 55 a 59 (4) e pessoas com HIV (7).

De acordo com a Secretaria de Saúde de Ferraz de Vasconcelos, dos novos grupos incluídos para a vacinação contra a Covid-19 nesta semana, a cidade já vacinou 1.232 pessoas, o que equivale a pelo menos 39% do grupo total. Na próxima semana, o grupo a ser imunizado é de 3.477 pessoas.

Itaquaquecetuba foi a única cidade do G5 que se declarou sem condições de responder os questionamentos por não ter realizado um balanço da vacinação.

*Texto supervisionado pelo editor.

Deixe uma resposta

Comentários