Bom Prato segue sem data para inauguração

Unidade já tem o prédio disponibilizado pela Prefeitura
Unidade já tem o prédio disponibilizado pela Prefeitura - FOTO: Emanuel Aquilera

A unidade do Bom Prato de Jundiapeba, que já tem o prédio disponibilizado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes, foi alvo de cobranças dos vereadores da Câmara Municipal, mas que não foram suficientes para que a segunda unidade do restaurante popular já estivesse funcionando.

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social informou na semana passada que ainda não há um prazo para que o restaurante seja instalado para atender a população.

Conforme ressaltou a Secretaria Municipal de Assistência Social, o município oferece o espaço, porém a operacionalização do programa em si é de responsabilidade do governo do Estado. O novo equipamento está instalado na esquina da avenida João de Souza Branco com a rua Doutor Francisco Soares Marialva, ao lado da nova Unidade de Pronto de Atendimento (UPA) 24 horas de Jundiapeba.

"O Bom Prato é um importante investimento, que tem como objetivo garantir a segurança alimentar das pessoas da região que vivem em uma situação vulnerável, especialmente neste momento de pandemia", afirmou a Prefeitura. Recentemente, em março deste ano, os vereadores Edson Santos (PSD) e Zé Luiz (PSDB) foram alguns dos que solicitaram a abertura do Bom Prato no distrito o quanto antes.

Outro político engajado no funcionamento do prédio como a 2ª unidade do Bom Prato é o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD), que destinará em breve todas as emendas a que tem direito junto ao governo do Estado para a implantação do restaurante popular. De acordo com as informações, a quantia aproximada será de R$ 2 milhões. (T.M.)