Orquestra Sinfônica pagará auxílio de R$ 300 a projeto

Em 2020, a Associação Orquestra Sinfônica de Mogi das Cruzes foi uma das instituições que teve seu histórico musical reconhecido pelo edital 053/2020 da Secretaria de Estado e Economia Criativa de São Paulo, que premiou orquestras, grupos sinfônicos, bandas e fanfarras sediadas ou domiciliadas no Estado de São Paulo.

A entidade se inscreveu no edital e foi contemplada com um repasse de R$ 100 mil reais por meio do Programa de Ação Cultural do governo do Estado de São Paulo com recursos oriundos da Lei Aldir Blanc (Proac-La), criada para auxiliar o setor cultural devido a Pandemia do Covid-19.

O projeto prevê como contrapartida concertos presenciais e, permanecendo a pandemia, ações virtuais poderiam ser propostas. Após consulta realizada junto a Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa de São Paulo, a Sinfônica Mogi preparou um Série Virtual com quatro edições, finalizada no último dia 12 e cumprindo com as contrapartidas do projeto.

Um dos concertos presenciais chegou a ser realizado pela Banda Sinfônica de Mogi das Cruzes no dia 27 de fevereiro deste ano na Sala São Paulo, banda esta formada com alunos e professores do Projeto Pequenos Músicos. Já as demais programações foram suspensas.

Embora o recurso captado pela entidade seja para arcar com despesas que não são contempladas nos repasses financeiros realizados pela Prefeitura, desde o início de 2021 a entidade tem articulado para que parte desses recursos fosse destinados aos profissionais do Projeto Pequenos Músicos da Prefeitura como forma de auxílio.

Juntamente com os 70 profissionais envolvidos, a Sinfônica Mogi aguardava uma posição do Poder Público referente a continuidade do projeto, que anteontem, em reunião realizada na Câmara Municipal, tiveram um parecer comunicando a continuidade do projeto nos próximos dias.

A ORSIMC destinará R$20.100,00 para a ação, e pagará uma parcela de R$300,00 para 67 profissionais do Projeto Pequenos Músicos.

"Sabemos que este valor não resolverá os problemas financeiros enfrentados desde janeiro pelos nossos profissionais. Mas, considerando o cenário atual, estamos certos de que todo e qualquer auxílio financeiro será muito bem-vindo", afirmou o maestro e diretor artístico Lelis Gerson.

O maestro ressaltou ainda que está "confiante de que logo a situação do projeto Pequenos Músicos da Prefeitura de Mogi das Cruzes será resolvida por completo, e o projeto estará em atividade para dar continuidade no trabalho de excelência que sempre realizamos", afirmou.