Taxa de isolamento social é maior aos domingos

As taxas de isolamento social dos moradores de Mogi das Cruzes têm sido superiores aos domingos, quando grande parte da população costuma permanecer em casa. Um dos motivos para que isso ocorra é porque nos trabalhos formais, com carteira assinada, geralmente não há expediente aos domingos, permitindo que os colaboradores fiquem em casa.

No domingo passado e retrasado, o índice de isolamento social ficou em 48% em Mogi, segundo os números divulgados pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (Simi). O mesmo ocorreu entre a sexta-feira e o sábado da semana passada, em um comparativo com os mesmos dias da semana anterior.

Os dados informados pelo Sistema de Monitoramento apontaram que em ambas as sextas-feiras e os sábados o índice de isolamento social foi respectivamente de 39% e 42%.

O Simi é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM, através da Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR) e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), para que o Estado possa consultar informações agregadas e anônimas sobre deslocamento nos municípios paulistas mapeados.

Nos demais municípios populosos da região, ocorreram situações parecidas com a de Mogi entre a semana retrasada e a passada. Em Suzano, por exemplo, a única taxa diferente foi registrada no sábado passado, quando a cidade alcançou um isolamento social de 42%. Já no sábado da semana retrasada, a taxa estava um pouco abaixo, em 41%. Nos dois últimos domingos e sextas-feiras o índice esteve por ordem em 46% e 37%.

Em Itaquaquecetuba houve variações em todos os dias dentro deste comparativo, porém, todas elas com baixa oscilação. Entre as duas últimas sextas-feiras, o isolamento variou de 37% para 35%, enquanto nos dois sábados a cidade atingiu 39% e 40%, respectivamente.

Nos dois domingos anteriores, o Simi registrou taxas de 42% e 43%. Em Ferraz de Vasconcelos, na sexta-feira, sábado e domingo da semana retrasada os índices de isolamento foram de 41%, 43% e 48%. Pouco diferente, nos mesmos dias da última semana os números eram, respectivamente, 40%, 44% e 49%.

Na sexta-feira retrasada, o índice foi de 36%, aumentando para 38% e, posteriormente, 42% no sábado e domingo retrasados. Já na semana anterior, as taxas foram respectivamente de 35%, 39% e 42%. (T.M.)