Empregabilidade e habilidades da indústria são discutidas

A Prefeitura de Mogi das Cruzes realizou anteontem a live "Quero trabalhar na indústria. Quais habilidades devo desenvolver?", um painel sobre o atual momento e a empregabilidade do setor no município. O evento online comemorou o Dia da Indústria e é parte da programação "Maio, Mês de Muito Trabalho", da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

A discussão foi mediada pelo gestor do Polo Digital, Rodrigo Garzi, e teve as participações do secretário da Pasta, Gabriel Bastianelli e dos executivos Fernando Campos, da Ponsse, e Fábio Mattos, da Elgin. A live permanece disponível para os interessados no perfil do Polo Digital (@polodigitalmogi) no Instagram.

"Conversar sobre empregabilidade com executivos de empresas tão importantes na cidade é fundamental para termos a perspectiva deles. A indústria é um segmento que está aquecido neste momento tão desafiador, que é a pandemia da Covid-19. E dividir as impressões com as pessoas que estão buscando novas oportunidades representa um ganho para a população, que passa a conhecer as habilidades e o comportamento necessários para as indústrias", destacou Bastianelli.

A live teve formato de painel e discutiu o perfil profissional procurado pelo setor atualmente e como os trabalhadores podem se preparar para os novos desafios. A conversa abrangeu diversos pontos importantes como desenvolvimento humano, habilidades procuradas, espírito empreendedor, entre outros.

"A indústria busca o profissional que tem competência técnica, o que é fundamental, mas também quem tem aquelas habilidades que são aderentes à cultura e aos valores da empresa. É uma questão que a gente procura se aprofundar, tanto no processo de seleção e também no processo de desenvolvimento humano atrelado", afirmou Campos.

Ele destacou ainda a importância do empreendedorismo para o profissional que busca oportunidades no setor. "Um outro ponto é a questão do intraempreendedorismo. O que mais a indústria quer é se aproximar da nova economia, ou seja, trazer este pensamento empreendedor para dentro da indústria. Entrar na organização buscando oportunidades. Cada colaborador tem a oportunidade de melhorar processos, produtos ou criar novos", completou.

A função social da indústria para o município também foi lembrada durante as discussões. O setor é um dos que mais emprega em Mogi das Cruzes, inclusive com salários acima da média do município, principalmente para as funções mais especializadas.