Mais de 27 mil pessoas têm até amanhã para entregar o IR

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2021 termina amanhã e mais de 27 mil contribuintes do G5 - conjunto das cinco cidades mais populosas do Alto Tietê - ainda não acertaram as contas com o Leão. No ano passado, 232.946 moradores da região fizeram a declaração; para esse ano a estimativa da Receita Federal é receber número similar com variação de 2% para mais ou menos. Mas até o mais recente levantamento, disponibilizado na quarta-feira passada, apenas 205.349 contribuintes realizaram o processo, cerca de 88% do total estimado.

Adiado pelo segundo ano em razão da pandemia do coronavírus (Covid-19), os contribuintes poderão enviar as declarações até às 23h59 do último dia do mês, lembrando que o prazo original era até o final de abril, mas o governo decidiu ampliá-lo em mais 30 dias. No ano passado, foram 60 dias a mais para o contribuinte cumprir o seu compromisso fiscal. Aqueles que perderem o prazo terão de pagar uma multa que pode variar de
R$ 165,74 a 20% do imposto devido.

Considerando a expectativa do Leão, só no G5, 27.597 cidadãos deverão correr nesta reta final para enviar a declaração antes do encerramento do prazo. De acordo com dados divulgados pelo governo federal, entre os dias 1° de março - data inicial do recebimento das declarações - e a quarta-feira passada, 205.349 já estão quites com a Receita.

Neste ano, algumas regras anteriores continuam valendo, como a obrigatoriedade da declaração para todos que acumularam rendimentos tributáveis em valores acima de R$ 28.559,70. A novidade é para quem recebeu o Auxílio Emergencial do governo federal no ano passado.

Para esse grupo beneficiário, a declaração deverá incluir o auxílio, mas apenas para aqueles que ganharam mais de R$ 22.847,76. Com a nova regra, a Receita Federal pretende reaver o valor do benefício pago indevidamente. Em todo o país, até 3 milhões de pessoas deverão fazer a devolução.

Entre as cinco cidades mais populosas, a Receita Federal informou que Mogi possui o maior número de contribuintes e é a cidade mais atrasada na entrega do documento proporcionalmente em relação aos demais municípios, com 79.554 declarações emitidas, 84,8% dos 93.735 contabilizados em 2020.

Em Itaquaquecetuba já foram 92,9%, o maior percentual de contribuição da região. Ao todo, foram 37.962 declarações de um total estimado de 40.849.

Com base nos números do ano passado, Ferraz de Vasconcelos ostenta o 2° maior percentual de declarações emitidas no G5. Bem perto de Itaquá, Ferraz comunicou que 22.629 moradores já realizaram o processo, o acumulado é 92,2% dos 24.524 contribuintes da cidade.

Em seguida, Suzano aparece com 88,6%, foram 46.949 entregues até quarta-feira passada e 52.961 no ano passado. A menos populosa das cidades, Poá, confirmou que 18.255 moradores fizeram a declaração, portanto, 87,4% dos 20.877 estimados.

*Texto supervisionado pelo editor.

Deixe uma resposta

Comentários