Cerca de 4% dos infectados morreram por causa da Covid

Recuperados do coronavírus representam 72,2% do total de infectados no G5
Recuperados do coronavírus representam 72,2% do total de infectados no G5 - FOTO: Mogi News/Arquivo

Cerca de 4,3% dos mais de 79 mil infectados com coronavírus (Covid-19) no G5 - conjunto das cinco cidades mais populosas do Alto Tietê - faleceram. Até ontem, conforme atualização do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), os recuperados eram 72,2% do total. Mogi das Cruzes, Suzano e Itaquaquecetuba ostentam os melhores índices de recuperação enquanto Ferraz de Vasconcelos e Poá os piores.

Em números gerais, o G5 confirmou 79.723 casos da Covid-19 desde o começo da pandemia em março de 2020. Desse total, 59.918 (72,2%) se recuperaram e 3.454 (4,3%) faleceram. Os dados do Condemat permitem estimar que até 16.351 moradores da região podem estar com o vírus ativo e potencialmente contaminando mais pessoas, em caso de não observância da quarentena. O cálculo não considera subnotificações.

Por cidades

Analisadas individualmente, as cinco cidades apresentam resultados bastante distintos. Pormenorizadas, os dados permitem avaliar mais detalhadamente o histórico da pandemia em cada município do G5. O melhor saldo de recuperado pertence à Mogi que, dos 29.228 casos confirmados - maior acumulado da região - 25.966 (88,8%) estão reabilitados. A cidade contabiliza 1.240 falecimentos, cerca de 4,2% do total contaminado.

Em seguida, Suzano atualizou nesta sexta-feira 18.644 casos confirmados da Covid-19 dos quais 15.134 (81,1%) estão recuperados. Do acumulado apresentado por Suzano, 746 faleceram, em percentuais representa 4,0% do total.

Em terceiro no ranking de recuperados, Itaquá contabiliza 13.672 casos confirmados dos quais 10.846 (79,3) venceram a doença. Apesar do resultado positivo em recuperados, a cidade é, em disparada e com larga diferença, o município do G5 com o pior percentual de óbitos. No total, 785 vidas foram perdidas em Itaquá, cerca de 5,7% do acumulado desde o começo da pandemia.

Com resultados menores em recuperação, Ferraz de Vasconcelos registrou 10.955 casos confirmados dos quais 5.177 (47,2%) foram reabilitados e 369 (3,3%) faleceram. No fim da lista do G5, Poá figura com 7.224 infectados, 2795 (38,6%) recuperados e 314 (4,3%) óbitos.

*Texto supervisionado pelo editor.