Prefeitura anuncia projeto que reestrutura o Mogi Basquete

Prefeito e membros da Smel anunciaram mudanças
Prefeito e membros da Smel anunciaram mudanças - FOTO: Divulgação/Smel

A Prefeitura de Mogi das Cruzes anunciou na tarde de ontem o lançamento do projeto Joga Junto Mogi, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel). A iniciativa tem como principal meta reestruturar o time do Mogi Basquete, com mudanças na estrutura de base e no time profissional, incluindo as saídas do técnico Jorge Guerra, o Guerrinha, e de Nilo Guimarães, gestor da equipe (veja quadro).

O anúncio foi feito pelo prefeito Caio Cunha (Pode), acompanhado do chefe da Pasta responsável pelo Esporte, Ewerton Komatsubara, e do novo diretor de Esportes e Lazer, Renato Lamas.

O projeto tem como objetivo sanear a crise financeira pela qual o time principal do Mogi Basquete passa atualmente, com atraso de salários de jogadores e da comissão técnica, além de iniciar o trabalho de formação de novos atletas ligados ao clube. Atualmente, o Mogi Basquete conta apenas com a categoria Sub-19, como cláusula a participar do Novo Basquete Brasileiro (NBB).

Cunha e os membros da secretaria reiteraram o afeto pela modalidade e sua repercussão em outros pontos da sociedade. Para 2022, o programa visa criar novas categorias: Sub-12, Sub-14, Sub-15 e Sub-17, além do Sub-19 e o time principal. Todos os times de base estarão integrados à infraestrutura do Mogi Basquete, contando com a atenção de profissionais como preparadores físicos, nutricionistas e outros setores do clube. A captação de jovens aconteceria em uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação, com a implantação de vivências em escolas da rede municipal, além de entidades que já atuam no município.

A reestruturação também será direcionada à equipe principal, com o foco na correção dos salários em atraso de profissionais. Segundo Lamas, o diagnóstico da situação financeira do clube mostrou-se para além das projeções iniciais em termos de dívidas. "Foi além do que foi divulgado na imprensa, que seriam três meses de atraso. Muitos trabalharam por amor ao clube, e nossa prioridade será atender suas necessidades com a chegada de um novo patrocinador para o Mogi Basquete", prometeu.

Questionado sobre a estrutura da associação que atualmente gerencia o Mogi Basquete, tanto Lamas quanto Komatsubara reiteraram que o processo leva em consideração a história e o legado de cada um dos diretores, e que será feito de maneira gradual.

Ao final, o novo diretor reiterou que o Mogi Basquete terá um time competitivo para a próxima temporada, mas que toda a população deverá apoiar o clube neste momento crucial. "O momento é muito delicado, mas vamos trabalhar para ter um time para esta temporada. Peço que entendam o momento que vivemos e estejam juntos conosco. Se não tivéssemos tomado tais medidas, perderíamos o Mogi Basquete", ressaltou Lamas.

GUERRINHA E NILO GUIMARãES ESTãO FORA DO MOGI BASQUETE

Dentro do projeto de reestruturação do Mogi Basquete apresentado na tarde de ontem, duas mudanças na equipe principal chamaram a atenção: as saídas do treinador Jorge Guerrra, o Guerrinha, e a de Nilo Guimarães da direção do clube. 

Segundo o secretário Ewerton Komatsubara e o novo diretor de Esporte e Lazer de Mogi, Renato Lamas, a saída de ambos faz parte do plano de reestruturação para o novo ciclo da equipe. No entanto, ambos deixaram claro que as contribuições de ambos para a história do clube serão respeitadas. "Nunca foi nosso plano deixarmos Guerrinha sair do comando da equipe, mas foi uma necessidade diante de nossa situação", explicou Komatsubara. 

Desde 2016 no comando da equipe mogiana, Guerrinha conquistou a Liga Sul-Americana e o Campeonato Paulista de 2016, além de chegar às finais do Novo Basquete Brasil (NBB) na temporada 2017-2018. Nilo Guimarães, por sua vez, ocupou em conjunto as atribuições da Secretaria de Esporte e Lazer de Mogi das Cruzes e a gestão do Mogi Basquete. 

Questionado sobre o substituto de Guerrinha, o atual titular da pasta de Esporte e Lazer informou que ainda estão sendo feitas as tratativas para um nome, mas que "será de alguém de Mogi", informou. 

Deixe uma resposta

Comentários