Nova equipe fala sobre a missão de comandar a festividade

Desafio dos casais é planejar a Festa do Divino em meio à pandemia do coronavírus
Desafio dos casais é planejar a Festa do Divino em meio à pandemia do coronavírus - FOTO: Divulgação/José Carlos Cipullo

A 409ª edição da Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes, que será realizada de 26 de maio a 5 de junho de 2022, terá como festeiros e capitães de mastro, respectivamente, Ricardo Lima da Costa e Denise Rezende da Silva e Eduardo Ferreira Rego e Milena da Costa Freire Rego. Eles foram anunciados pelo bispo diocesano, Dom Pedro Luiz Stringhini, na quinta-feira, na Celebração da Solenidade de Corpus Christi, na Catedral de Sant'Ana.

Os atuais festeiros e capitães de mastro pertencem à Paróquia Cristo Rei, na Vila Oliveira, e são membros da Equipe Nossa Senhora de Guadalupe, ligada ao Setor C da Região SP Leste III do Movimento das Equipes de Nossa Senhora.

Os casais terão a missão de comandar uma das festas religiosas e folclóricas mais tradicionais do Brasil, em meio a uma crise sanitária, a exemplo do que ocorreu nos últimos dois anos (2020 e 2021), quando o evento esteve sob o comando dos casais Mauro de Assis Margarido, o Maurinho, e Cícera Alecxandra de Oliveira Margarido (festeiros) e Maurimar Batalha e Roberta Fadoni Batalha (capitães de mastro).

Embora haja sinais de um caminho promissor para a diminuição do contágio do coronavírus, com o avanço da vacinação da população, os casais almejem um cenário muito mais positivo para o ano que vem e vão trabalhar com todas as hipóteses, seguindo um planejamento que começará a ser alinhado, a partir da primeira reunião que eles terão com os diretores da Associação Pró-Festa do Divino.

"Fundamentalmente, nos dedicaremos para preservar o forte legado religioso deixado pelos festeiros e capitães que nos antecederam: muitos devotos reconheceram o quanto sentiram-se tocados pela grande espiritualidade, que marcou as comemorações em 2021", enfatizou Costa.

As transmissões pela internet, que aproximaram ainda mais o fiel da festa, ainda mais neste período em que a participação dele está bem restrita, serão mantidas e aperfeiçoadas. "De modo geral, a pandemia contribuiu na aceleração do processo de inclusão digital e vemos uma grande oportunidade de aumentar o engajamento de nossos devotos para que a grandeza de nossa festa também se reproduza no ambiente online", observou o festeiro.

A parte social da festividade também foi destacada. "Obviamente, sabemos da grande importância que a Festa do Divino também carrega em seu lado social, principalmente por causa do movimento de apoio às inúmeras entidades que dependem dos recursos arrecadados para o custeio de suas atividades assistenciais. Deus permita que possamos retomar com segurança a tradicional programação", disse.

A agenda de pré-eventos da Festa do Divino se inicia em agosto, quando tem início a realização da Coroa do Divino. Até o mês de abril de 2022, esse é um dos compromissos dos casais de festeiros e capitães de mastro. A Coroa do Divino é uma novena preparatória para a Festa do Divino.

Mais informações sobre a Festa do Divino podem ser obtidas no site www.festadodivino.org.br e nas redes sociais Facebook (/FestadoDivinodeMogidasCruzes) e Instagram (@divinomogi).

Deixe uma resposta

Comentários