Região dará início à vacinação de gestantes sem comorbidade

Além de gestantes, novo lote vai contemplar outros grupos para vacinação
Além de gestantes, novo lote vai contemplar outros grupos para vacinação - FOTO: Emanuel Aquilera

Os municípios do Alto Tietê recebem, até amanhã, o 28º lote de imunizantes contra o coronavírus (Covid-19). Ao todo, são 79.805 vacinas, entre AstraZeneca e CoronaVac, informou na tarde de ontem o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat). Os dados também incluem a cidade de Guarulhos, signatária do bloco regional.

O lote conta com 27.120 doses de CoronaVac para iniciar a vacinação de gestantes sem comorbidades com idade a partir de 18 anos. O grupo de gestantes e puérperas, que são as mulheres que tiveram filhos até 45 dias, que já tomou a primeira dose, também será contemplado com 6.860 imunizantes destinados à aplicação da segunda dose. A remessa prevê ainda 4.590 doses para trabalhadores da Educação de 45 e 46 anos, 35.840 doses para pessoa com deficiência e 5.395 para aeroviários. Além desta remessa, a região recebeu na última sexta-feira o 27º lote de imunizantes. Ao todo, foram 40.340 doses de AstraZeneca para aplicação de primeira dose em pessoas com deficiência permanente, que têm entre 18 e 29 anos e recebem Benefício de Prestação Continuada (BPC), e pessoas com comorbidades na faixa etária entre 19 e 29 anos. No total, serão enviados à região 120.145 doses.

Vacinação do Dia D

O Estado de São Paulo aplicou 119.450 vacinas contra Covid-19 no sábado, Dia D, até as 18h16. A iniciativa foi realizada pelo governo do Estado em conjunto com as prefeituras visando alcançar pessoas que ainda precisavam tomar a segunda dose mas faltaram nas datas previamente programadas.

Mais de 5 mil pontos de vacinação ficaram abertos em todo estado no decorrer do dia e a população também aproveitou para tomar a primeira dose. Até o último levantamento, 92.569 pessoas deram início ao seu esquema vacinal e deverão retornar aos postos dentro dos prazos indicados para cada imunizante - até 28 dias para a vacina do Butantan e até 12 semanas para a da Fiocruz/Astrazeneca.

"Conseguimos resultados importantes e agradecemos a todos os que compareceram aos postos e aos que trabalharam neste dia. Queremos e precisamos avançar mais, pois somente com a segunda dose é possível garantir a proteção", afirmou a Coordenadora do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula. O balanço contabiliza 333.990 faltosos.

"Todas as vacinas aprovadas pela Anvisa são seguras e eficazes. Quem não conseguiu ir hoje a um posto e ainda está com a segunda dose em atraso pode procurar a rede de saúde nos próximos dias e completar seu esquema vacinal", completou a diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica, Tatiana Lang D'Agostini.