Condemat inicia capacitação profissional em coleta seletiva

Evento online reuniu 80 participantes entre gestores e organizações de catadores
Evento online reuniu 80 participantes entre gestores e organizações de catadores - FOTO: Divulgação/Condemat

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat), por meio da Câmara Técnica de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, renovou o acordo de cooperação técnica com a Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Ancat) para o desenvolvimento de programas e projetos que auxiliem as prefeituras na capacitação profissional e formação de novas cooperativas, assim como no fortalecimento de redes de catadores de materiais recicláveis. A parceria foi renovada no início da semana durante o primeiro dia da capacitação em Coleta Seletiva e Logística Reversa, realizada com o apoio da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima) e do Instituto de Energia e Ambiente (IEE-USP).

O evento reuniu cerca de 80 participantes, entre gestores públicos das áreas de meio ambiente e serviços urbanos e organizações de catadores de materiais recicláveis. Dados levantados pela Câmara Técnica apontam que atualmente existem 12 cooperativas de coleta seletiva ativas na área de abrangência do consórcio, sendo elas nos municípios de Arujá, Biritiba Mirim, Guararema, Guarulhos, Poá, Salesópolis e Suzano. O objetivo do Condemat, com a realização da capacitação, aliada à parceria com a Ancat e com a ONG Espaço Urbano no projeto Recicla Cidade, é capacitar os técnicos dos municípios para ampliar esse trabalho na região.

O presidente do consórcio, Rodrigo Ashiuchi, acompanhou o início do curso e falou da importância em efetivar as políticas públicas de gestão ambiental e sustentabilidade na região. "Este é um tema importante para o meio ambiente, economia e sociedade como um todo, com resultados que chegam na ponta, diretamente para a população. Que este trabalho de estímulo à formação de cooperativas de coleta seletiva e logística reversa possa ser exemplo para o Estado e para o país", disse.

O coordenador do Comitê de Integração de Resíduos Sólidos (Cirs), José Valverde, parabenizou a iniciativa do Condemat. "Esta iniciativa do Condemat e a parceria com a Ancat e IEE coroa toda a linha de atuação que o Estado tem buscado em implementar a Política Nacional de Resíduos Sólidos, em harmonia com a Política Estadual, com foco na regionalização, amparados nas legislações, ancorados nas políticas globais e em consonância com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)", disse.

Valverde foi apoiado pela fala do coordenador de Planejamento Ambiental da Sima, Gil Scatena. Representando o Instituto de Energia e Ambiente (IEE-USP), Pedro Jacobi e Gina Rizpah reforçaram o papel da academia na contribuição de instrumentos que facilitem a gestão pública.

O trabalho do Condemat no incentivo à formação das cooperativas na região foi destacado na fala do presidente da Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Ancat), Roberto Laureano. "Este é um trabalho fundamental com o objetivo central de fortalecer os catadores de materiais recicláveis da região, tirando-os da informalidade e invisibilidade, e fazendo com que eles sejam encarados como agentes de limpeza pública urbana importantes e estratégicos para os municípios", finalizou.

Deixe uma resposta

Comentários