Arnaldo Pezzuti segue com 100% de ocupação

O Hospital Doutor Arnaldo Pezzuti continua com os 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados por pacientes em tratamento da Covid-19. Na semana anterior, a unidade médica já funcionava com a capacidade máxima de pacientes nos leitos e até a noite de ontem a situação não melhorou.

Os outros 30 leitos de Enfermaria funcionavam na noite anterior com um total de 76% de ocupação. No Hospital Luzia de Pinho Melo, também localizado em Mogi, são 46 leitos de Enfermaria, com 83% de ocupação, e 33 de UTI, com 60% até ontem à noite.

Em geral, nos hospitais públicos e privados, a Secretaria Municipal de Saúde informou ontem que as UTIs estavam com 74,4% de ocupação e os leitos de Enfermaria com 65,8%.

Já no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos Doutor Osiris Florindo Coelho, que tem apenas esta unidade para o tratamento de pacientes com a Covid-19, os 26 leitos de UTI encerraram a noite passada com 96% de ocupação e os outros 26 de Enfermaria, com 53%.

Enquanto todos os hospitais de Itaquaquecetuba atuavam com 34% de ocupação nos leitos de Enfermaria e 9% nos de Emergência, o Hospital Santa Marcelina operava com os 20 leitos de UTI completamente ocupados. Esta era a mesma situação dos leitos de Enfermaria, com 20 deles ocupados.

Em toda a cidade existem 55 camas de Enfermaria e 51 de Emergência para o tratamento médico dos pacientes. Ainda de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o Hospital Auxiliar de Suzano, que possui 20 leitos de Enfermaria, funcionava com 73% de ocupação.

Em toda a cidade, as taxas de ocupação nas UTIs e Enfermarias eram de de 10% (2 de 20 vagas) e 14,03% (8 de 57 vagas), respectivamente.

"É importante destacar que taxas de ocupação variam no decorrer do dia em virtude de fatores como altas, óbitos ou transferências para leitos de enfermaria ou UTI, por exemplo", apontou a Secretaria Estadual de Saúde.

Por outro lado, em Poá não havia nenhuma pessoa internada nos leitos de Enfermaria ou UTI do Hospital Municipal Doutor Guido Guida.