Pedágio e taxa do lixo são debatidos na 4ª reunião

Os prefeitos e presidentes de Câmaras de Vereadores do Alto Tietê confirmaram, na manhã de ontem, a união de esforços em torno de dois temas que afetam o andamento dos municípios da região: a instalação da praça de pedágio na rodovia Mogi-Dutra (SP-88) e a cobrança da taxa de lixo definida pelo Marco do Saneamento Básico. A definição surgiu durante a 4ª reunião da Frente Legislativa Intermunicipal, realizada em Mogi das Cruzes.

O encontro teve a participação deputados federais e estaduais; prefeitos e vice-prefeitos, secretários municipais e presidentes do Legislativo de Mogi, Suzano, Arujá, Biritiba Mirim, Poá, Santa Isabel, Guararema, Itaquaquecetuba e Guarulhos. O evento também foi prestigiado por representantes da Polícia Militar, Polícia Civil e da Diretoria Regional de Assistência Social do Estado.

O encontro serviu como fórum para os representantes dos municípios apresentarem as principais necessidades de suas cidades, bem como a busca pela união de esforços junto aos representantes na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal.

Na primeira parte dos trabalhos, o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD-SP) celebrou a união de prefeituras e Câmaras do Alto Tietê, com o intuito de defender e repelir pautas de forma conjunta. Citou os trabalhos conjuntos na pandemia da Covid-19 e a união contra o projeto da Artesp em instalar a praça de pedágio na Mogi-Dutra.

O deputado estadual Marcos Damasio (PL) elogiou o trabalho dos prefeitos na pandemia, e mostrou-se otimista com a retomada das atividades econômicas no segundo semestre.

Os prefeitos de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Pode), e de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL), fizeram uso da palavra e respectivamente reforçaram a importância da Mogi-Dutra livre de praças de cobrança e a instalação de alça de saída do rodoanel Mário Covas na cidade de Poá, pela rodovia SP-66.

O coronel José Raposo de Faria Neto, comandante do Centro de Policiamento de Área Metropolitano-12 da Polícia Militar (CPA-M/12) colocou-se à disposição dos prefeitos e presidentes das Câmaras da região, além de relatar o impacto da pandemia no trabalho da Polícia Militar. O delegado Julio Vaz Ferreira Neto, representando a Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes, lembrou os cinco agentes e investigadores da Polícia Civil que faleceram desde o início da pandemia, além de tratar do trabalho da força na região, com ênfase no combate ao tráfico de drogas e aos crimes de roubos e furtos.

Deixe uma resposta

Comentários