Vacinação contra gripe alcança 46% do público-alvo de Suzano

De acordo com a Prefeitura, são 102 mil pessoas que precisam receber a vacina
De acordo com a Prefeitura, são 102 mil pessoas que precisam receber a vacina - FOTO: Irineu Junior/Secop Suzano

A Secretaria de Saúde de Suzano anunciou ontem que a campanha de vacinação contra a gripe alcançou 46% do público-alvo estimado. A imunização teve início em abril e atualmente está em sua terceira fase, beneficiando pessoas com comorbidades ou com deficiências, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário e portuários, membros das Forças de Segurança e das Forças Armadas, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade.

O índice registrado representa pouco mais de 47.100 pessoas de um total de 102.397 que compõem os grupos prioritários do município.

A aplicação da vacina está disponível em todas as 24 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e de Saúde da Família (USFs) da cidade, de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 15h30. Para receber a dose, a pessoa deve apresentar documento original com foto, comprovante de residência de Suzano e a carteira de vacinação. A terceira fase da campanha segue em andamento e está prevista para ser concluída no dia 9 de julho.

No caso das pessoas com comorbidades ou com deficiências, há exigência de receita ou carta de indicação médica. No primeiro grupo estão incluídos aqueles que têm doença renal, cardíaca, hepática, neurológica ou respiratória crônicas, diabetes, obesidade, imunossupressão, trissomias ou transplantados.

Quanto aos deficientes estão incluídos aqueles que apresentam limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas, indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir ou enxergar mesmo com uso de aparelho auditivo ou óculos, além de pessoas com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar ou ir à escola.

Já os demais grupos de trabalhadores mencionados precisam ter um documento que comprove o exercício efetivo da função ou também uma carta de indicação médica. A recomendação é válida ainda para os professores que eventualmente deixaram de se vacinar contra a gripe na etapa anterior. Também têm direito ao imunizante os idosos maiores de 60 anos, os profissionais da Saúde, as crianças com idade entre 6 meses e menores de seis anos de vida, gestantes, puérperas e povos indígenas.

"A todos que fazem parte dos grupos e ainda não se vacinaram, busquem a unidade de Saúde mais próxima e participem. Além de evitar o congestionamento dos hospitais e centros médicos, a medida diminui os riscos de casos graves de Influenza", destacou o secretário de Saúde de Suzano, Pedro Ishi.

Vale ressaltar que, para aquelas pessoas que já tomaram ou que irão tomar a vacina contra o coronavírus (Covid-19), o prazo de espera de pelo menos 14 dias entre as aplicações deverá ser respeitado.

Covid e lactantes

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, disponibilizou ontem um formulário voltado às lactantes, com bebês de até 1 ano, contra o novo coronavírus. O cadastramento deverá guiar a pasta na identificação e mensuração da demanda deste grupo, viabilizando a imunização, conforme a disponibilidade de doses. As suzanenses que se enquadram neste grupo podem se cadastrar no link bit.ly/Lactante_Suzano.