Mogi é selecionada para participar da Virada SP

Mogi das Cruzes é um dos 20 municípios paulistas selecionados para participar da Virada SP Online, uma ação da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, organizada e produzida pela instituição Amigos da Arte, que consiste em uma maratona cultural realizada na virada de um dia para o outro, com apresentações online de linguagens variadas, executadas por artistas e grupos.

O projeto inscrito pela cidade e contemplado se intitula Virada Mogi - Um Olhar Para Dentro da Cidade. A Secretaria Municipal de Cultura abriu inscrições para selecionar oito propostas de artistas, grupos e coletivos e todas foram avaliadas de acordo com os critérios de identificação com a cidade, diversidade cultural, cultura e periferia e cultura e coletividade.

Das 48 propostas inscritas, foram selecionadas Arena MCs Batalha de Rima, de Nicole da Silva Bernardino; Fragmentos - 30 Anos de Trajetória, de Marcos de Siqueira da Silva; Umbigo de Yayá, de Giselle Salomão de Santana Novaes; Serráqueos, de Rodrigo Ferreira Campos; Cantando Nossa Terra, de Daniel Dias; Uke Sarau Família Novais, de Fernando Novais; Samba-Revolução, de Lívia Barros; e Hip Hop - Virada com Scratch e giro de Breaking, de Carlos Eduardo Araújo.

Após a seleção feita pelo município, a Secretaria de Cultura enviou um vídeo expondo porque gostaria de participar do evento e apresentando as oito propostas artísticas selecionadas.

O Estado aprovou a proposta da cidade e caberá à instituição Amigos da Arte escolher quais serão realizadas. As apresentações podem acontecer no site do evento, por gravação a ser realizada no próprio município ou então via live, a ser organizada e produzida na cidade. As datas e horários serão divulgadas oportunamente.

Os demais municípios selecionados são Bertioga, Botucatu, Franco da Rocha, Ilha Solteira, Itanhaém, Itapevi, Itapira, Mairiporã, Miranda do Paranapanema, Piracicaba, Ribeirão Preto, Santa Fé do Sul, São Bento do Sapucaí, São João da Boa Vista, São José dos Campos, São Luís do Paraitinga, Serrana, Sete Barras e Ubatuba.

A previsão é que a programação esteja disponível a partir de julho de 2021, na plataforma #CulturaEmCasa e redes socais relacionadas. Cada município selecionado será automaticamente reconhecido como Capital Cultural e integrará a Rede de Capitais Culturais de São Paulo.

Deixe uma resposta

Comentários