Apae de Mogi lança projeto no setor de Equoterapia

Integram a equipe fisioterapeuta, psicólogo entre outros
Integram a equipe fisioterapeuta, psicólogo entre outros - FOTO: Divulgação

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Mogi das Cruzes fez o lançamento do projeto Reabilitação através da Equoterapia, no Núcleo Rural, localizado no bairro do Caputera, com a presença da diretoria da instituição e representantes da Prefeitura de Mogi das Cruzes e da Câmara Municipal.

A instituição começou a selecionar as 30 crianças que estarão aptas a participar do projeto, a partir dos 3 anos a 12 anos (incompletos) de Mogi das Cruzes e Região do Alto Tietê. Atualmente, o setor de Equoterapia atende 80 pessoas, com idades de 3 anos a 18 anos. As vagas devem ser preenchidas por um grupo de pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).

A coordenadora da área da Saúde da Apae, Aldri Maria Lourenço Rodrigues, falou sobre essa seleção: "Temos uma fila de espera de crianças com TEA. Entre 25 a 30 crianças aguardam por atendimento. Elas vão ser avaliadas pelo neurologista, embora já tenham o diagnóstico de TEA. Porém, isso não quer dizer que todas estejam aptas para fazer parte deste projeto", destacou Aldri.

Integram a nova equipe de Equoterapia: fisioterapeuta, psicólogo, auxiliar guia, assistente social, neurologista e auxiliar administrativo.

O gestor de projetos, Jorge Alberto Ferreira Santos, falou sobre o objetivo do novo projeto da instituição: "Vamos ampliar o número de pessoas atendidas a fim de proporcionar uma terapia diferenciada".

O presidente da, João Anatalino Rodrigues, destacou que a instituição está sempre engajada na elaboração de projetos. "Continuamos o nosso trabalho e estamos desenvolvendo mais projetos, ofertando, além de atendimento aos assistidos, emprego a diversos profissionais", disse João Anatalino.