8,3 mil crianças em 6 cidades aguardam uma vaga em creche

Em seis cidades, são 8.325 crianças aguardando na fila de espera para creche
Em seis cidades, são 8.325 crianças aguardando na fila de espera para creche - FOTO: Mogi News/Arquivo

Um levantamento feito pelo Dat demonstrou que as cinco cidades mais populosas do Alto Tietê, o G5, mais a cidade de Guararema possuem mais de 8,3 mil crianças com até três anos de idade aguardando uma vaga em creches.

No total, as seis cidades registram um total de 27.371 crianças matriculadas em creches, mas com um déficit de 8.325 vagas em escolas de educação infantil.

Mogi das Cruzes, segundo a Secretaria Municipal de Educação, tem 9.743 crianças matriculadas em cem creches subvencionadas e 13 escolas infantis municipais. Segundo o Cadastro Municipal Unificado (CMU), 2.332 crianças aguardam a liberação de uma vaga.

Questionada pela reportagem, a Secretaria de Educação informou que serão entregues no segundo semestre cinco novas creches, sendo mais duas unidades para o primeiro semestre de 2022. "Uma das metas da Pasta é zerar a fila de espera até o fim desta gestão. O departamento de Planejamento Educacional está fazendo estudos onde são apontados os setores que estão em expansão e necessitam de novas unidades", concluiu em nota.

Com a segunda maior população do Alto Tietê, a Secretaria de Educação de Itaquaquecetuba informou ter 6.977 alunos com até 3 anos em 50 unidades entre municipais e conveniadas. No entanto, a fila de espera por uma vaga é de 2.144 crianças. "A Prefeitura está elaborando um novo chamamento e vai inaugurar sete creches no segundo semestre", prometeu a Secretaria da Educação.

Suzano informou que a cidade conta com 6.032 crianças matriculadas em 33 creches municipais e 20 unidades conveniadas, mas que 1.379 com até 3 anos de idade aguardam na fila.

A cidade que proporcionalmente tem a maior diferença entre alunos matriculados e lista de espera é Poá, que informou ter 13 creches que oferecem 1.006 vagas para crianças de até 3 anos, mas que 2 mil alunos esperam uma vaga. "A Prefeitura tem interesse na construção e ampliação de creches, mas no momento, por causa da calamidade financeira do município, ainda não há essa possibilidade", concluiu em nota.

Já Ferraz de Vasconcelos informou que a cidade tem 3.613 alunos em 34 unidades, entre municipais e conveniadas. A fila, no entanto, é de 570 crianças. Sobre as ações previstas para reduzir a fila, a Pasta de Educação ferrazense informou que existe um chamamento público para os próximos meses para a renovação e criação de novos convênios, a ampliação da Escola Municipal Alcides Cardoso no Jardim Ione com mais 75 vagas, e a construção da creche d Vila Correa, para mais 150 alunos.

Além das cidades do G5, em Guararema, a rede municipal de ensino possui 527 crianças de zero a três anos matriculadas em 11 escolas, mas existe uma lista de espera de 30 nomes que, quando forem retomadas as aulas presenciais, serão adotados protocolos de entrevista presencial com os pais e a adaptação dos novos alunos à rotina escolar para seguir. Questionada sobre ações, a Prefeitura de Guararema informou que está em fase final a construção de uma nova Escola de Educação Infantil no bairro Nogueira, e a licitação de reforma de um prédio no Jardim Dulce.