INSS paga mais de R$ 64 milhões como segunda parcela do 13º

A segunda parcela do 13º salário paga aos aposentados e pensionistas de Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos que têm direito ao benefício resultou em um montante superior a R$ 64 milhões, segundo o levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Do dia 24 do mês passado até a última quinta-feira, quando as segundas parcelas terminaram de ser pagas, os beneficiários receberam um total de
R$ 64.467.656.

Assim como no ano passado, a antecipação dos pagamentos realizada pelo governo federal visou amenizar os prejuízos dos beneficiários impactados pela pandemia do coronavírus. Além de permitir que as pessoas pudessem cumprir com seus compromissos, os valores antecipados injetaram dinheiro também no comércio, outro setor que foi prejudicado com a crise sanitária.

A quantia é referente à agência do INSS de Suzano, que também possui benefícios de pessoas residentes nas cidades de Ferraz e Poá; e pagou as parcelas aos 65.698 trabalhadores que têm direito. Na primeira parcela do 13º salário, 65.514 receberam um total de R$ 64.468.177,45.

A segunda parcela do 13º salário pode ter um valor diferente da primeira devido ao desconto do Imposto de Renda, segundo o INSS. Essa tributação varia conforme a idade: para aposentados a partir de 65 anos, há isenção extra do Imposto de Renda e só é cobrado se o benefício superar R$ 3.807,96. Já o segurado com idade até 64 anos paga IR caso receba acima de R$ 1.903,98.

Em relação à agência do INSS localizada no município de Itaquaquecetuba, foram realizados pagamentos apenas aos trabalhadores munícipes que têm direito. Para a segunda parcela, o instituto afirmou na quinta-feira que 25.845 trabalhadores receberam
R$ 23.199.666. Na primeira parcela, 25.755 receberam um total de R$ 23.181.252.

Tem direito ao 13º salário quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão. "Não têm direito ao abono anual os que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC/Loas) e Renda Mensal Vitalícia (RMV)", apontou o INSS.

Do dia 24 de junho até a quinta-feira passada, quando as segundas parcelas terminaram de ser pagas, os beneficiários de Mogi das Cruzes e Arujá receberam um total de R$ 85.988.350. Ainda na segunda parcela, o instituto afirmou que 85.620 beneficiários receberam os pagamentos. Já na primeira parcela, 85.762 receberam um total de R$ 86.110.052,98.

Deixe uma resposta

Comentários