Estado deve antecipar vacinação contra a Covid

O governo de São Paulo anunciou ontem que antecipará o calendário de vacinação contra a Covid-19 no Estado. A medida será possível, segundo o governador João Doria (PSDB), por causa da compra de 4 milhões de doses adicionais da CoronaVac, diretamente com a farmacêutica chinesa Sinovac. O novo calendário de vacinação no Estado não foi divulgado. O governo também anunciou a flexibilização das regras para o funcionamento do comércio, diante da redução das taxas de hospitalizações no Estado.

Segundo o governo do Estado, a entrega das doses da vacina CoronaVac prometidas ao Ministério da Saúde será antecipada em 30 dias. A CoronaVac é produzida no Instituto Butantan. O total de 100 milhões de doses deveriam ser entregues ao Ministério da Saúde no fim de setembro, mas, de acordo com o governo, será possível completar a entrega até o dia 31 de agosto.

De acordo com Doria, foram adquiridas 4 milhões de doses da CoronaVac. Destas, 2,7 milhões já chegaram e até o dia 26 de julho o Estado deverá receber o restante. (E.C.)