Ocupação de leitos está abaixo da metade em Mogi

Destinadas a tratar pacientes com Covid-19, as oito unidades hospitalares de Mogi das Cruzes atingiram ontem uma ocupação de 48% nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O índice não era registrado há meses, já que as ocupações variavam entre 52% e 54%.

Os números atualizados em todas as manhãs pela Secretaria Municipal de Saúde se referem ao Hospital Municipal, Santa Casa, Luzia de Pinho Melo, Ipiranga, Biocor, Mogi Mater e Santana.

Outra cidade onde a ocupação dos leitos de UTI está abaixo de 50% é Suzano. Os índices na emergência e nos leitos de Enfermaria/semi-intensiva para tratamento da Covid-19 ofertados pela Secretaria de Saúde, ontem, eram de 30% (3 de 10) e 16,66% (7 de 42), respectivamente.

De acordo com a Pasta, fazem parte do levantamento o Pronto-Socorro Municipal (PS), Santa Casa, Santa Maria e Saint Nicholas. As duas últimas unidades são da rede particular, onde a Secretaria de Saúde oferece vagas de internação por meio de convênios firmados.

Em Itaquaquecetuba, no Centro de Saúde, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Central da Covid-19 e Hospital de Campanha a ocupação na UTI também está estável. Nos leitos de Enfermaria e UTI, as ocupações são de 0% e 56%.

Quando questionada, a Secretaria de Saúde de Poá afirmou que os 22 leitos de UTI estavam zerados na manhã de ontem. Em contrapartida, um dos dois leitos de Enfermaria estava ocupado, ou seja, um índice de 50%.

Deixe uma resposta

Comentários