Suzano reforça ações contra a hepatite

Em alusão à campanha "Julho Amarelo", voltada às ações de prevenção e controle das hepatites virais, a Secretaria Municipal de Saúde de Suzano reforça a importância do tema na rede básica, que garante a testagem rápida e gratuita nas unidades de saúde, bem como o acompanhamento e tratamento dos casos.

O teste rápido para a hepatite viral tipo C ocorre por livre demanda na rede básica de Saúde e não requer qualquer encaminhamento prévio. O atendimento leva cerca de 30 minutos, incluindo acolhimento, testagem e orientações pertinentes. A principal forma de transmissão da doença é por contato sanguíneo, incluindo relações sexuais desprotegidas, sendo a maior epidemia da humanidade hoje, cinco vezes superior à AIDS/HIV, conforme dados do Ministério da Saúde.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, o diagnóstico precoce aumenta as chances de êxito no tratamento da doença que, muitas vezes, não apresenta sintomas, mas pode evoluir para quadros agudos, causando cirrose ou câncer de fígado.

"Hoje, a hepatite C é a principal causa de transplantes de fígado, então precisamos nos atentar à prevenção e ao diagnóstico, por meio da testagem rápida. Essa é uma doença silenciosa e mais comum do que imaginamos. A boa notícia é que tem tratamento, com os chamados antivirais de ação direta, oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS)", explicou.

Já a hepatite B, que também é causada por vírus e pode ser transmitida por contato sanguíneo e via sexual, possui vacina disponível. Só no primeiro semestre de 2021, de janeiro a junho, Suzano aplicou 5.316 doses do imunizante. Para receber a aplicação, basta também comparecer à unidade de Saúde mais próxima e apresentar o Cartão SUS, documento com foto e, se possível, a caderneta de vacinação.