Plano de Articulação debate o desenvolvimento regional

Encontro teve a participação de representantes dos municípios do Alto Tietê
Encontro teve a participação de representantes dos municípios do Alto Tietê - FOTO: Divulgação/PMMC

O auditório do Cemforpe recebeu, na tarde da quinta-feira passada, o Encontro Regional do Programa de Articulação Regional de Políticas Públicas. A ação é uma iniciativa do Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas e reuniu representantes de municípios do Alto Tietê e da Região Metropolitana de São Paulo. A reunião foi realizada em parceria com o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

O objetivo do Programa de Articulação é organizar uma rede de lideranças de gestores públicos que possam conhecer, entender e contribuir com as políticas públicas empreendedoras desenvolvidas pelo Sebrae em São Paulo. A iniciativa está fundamentada em quatro pilares básicos: a inclusão produtiva, a desburocratização, compras públicas e governança.

"Iniciativas como esta vão ao encontro do que a gente acredita. O desenvolvimento tem de ter diversos atores, deve ser coletivo e regional", afirmou o prefeito Caio Cunha (Pode), que encaminhou uma mensagem aos participantes.

Durante a reunião, que seguiu os protocolos de segurança sanitária para o enfrentamento da pandemia, foram apresentados os objetivos e os resultados do programa. Além disso, foram discutidos os Planos de Ação desenvolvidos pelo Sebrae e pela FGV, que buscam contemplar os principais desafios discutidos anteriormente e apontados na primeira reunião do programa, realizada em 2020.

"O Programa de Articulação Regional, parceria do Sebrae com a FGV, tem por objetivo engajar os atores do desenvolvimento regional para sustentar as ações de fortalecimento do ecossistema do empreendedorismo local", disse a gerente do escritório regional do Sebrae Alto Tietê, Gilvanda Figuerôa.

Mogi das Cruzes foi representada no encontro pelas Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico, Gestão e Assistência Social.

Ações integradas

"A discussão regional dos desafios para o desenvolvimento dos municípios é importante para a definição de ações integradas e regionais para buscar a inovação, auxiliar os empreendedores e criar um ambiente econômico mais favorável. Poder contar com contribuição de entidades da qualidade do Sebrae-SP e da FGV torna este trabalho ainda mais produtivo, trazendo benefícios para os moradores de toda a região", afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Gabriel Bastianelli.

Ele lembrou ainda que, em Mogi das Cruzes, a Prefeitura e o Sebrae possuem diversas parcerias que geram impacto positivo para os empreendedores e na geração de renda. Um destes trabalhos em conjunto é o Plano de Desenvolvimento Local (PDL), lançado também na quinta-feira. O PDL prevê ações em 12 eixos de ações, que estão ligadas a um ou mais dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável definidos pelo programa.

"O Sebrae é um grande parceiro de Mogi das Cruzes em ações de empreendedorismo e capacitação. Este trabalho conjunto já tem um impacto positivo e vai se fortalecer ainda mais", finalizou Bastianelli.

Deixe uma resposta

Comentários