Incêndios atingem área de vegetação em Itaquá

Tempo seco contribuiu para o surgimento do fogo
Tempo seco contribuiu para o surgimento do fogo - FOTO: Divulgação/AIPMI

Os agentes da Defesa Civil de Itaquaquecetuba atenderam cinco ocorrências de incêndio em área de mata, entre segunda e terça-feira. O tempo seco dos últimos dias contribuiu para o incidente nos bairros Jardim Maria Eliza, Jardim Itaquá e Paineiras. Para combater as chamas, o efetivo contou com o auxílio do caminhão tanque da Coordenadoria da Defesa Civil, além de realizar o trabalho operacionalmente na área quente, apagando o fogo com o maquinário braçal. A área afetada tem aproximadamente um raio de 800 m² e o fogo chegou muito próximo das residências.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Anderson Caldeira, essas ocorrências trazem grandes riscos para a população. "O fogo em mata é muito prejudicial para a fertilidade da vegetação, causando mortes de animais silvestres e aumentando a poluição do ar, sem contar nos riscos de atingir residências".

Durante a ação, foram avistadas uma cobra da espécie Bothrops Moojeni, uma variedade de jararaca, popularmente chamada de jacuruçu ou jararacão, e uma rã, todos, estavam queimados.

Ele explicou ainda, que incêndios florestais são constantes de julho a outubro, sendo agosto e setembro os meses com maior número de desastres cometidos pelo fogo. "Essas ocorrências devem ser atendidas o mais rápido possível, pois, mais rápida será a intervenção da Defesa Civil, que conta com o apoio da população informando focos de incêndio".

Vale ressaltar que provocar incêndios florestais é crime, com pena de multa e até prisão. As denúncias podem ser feitas pelo telefone da Ouvidoria 4753-1108 e em casos de incêndio, a Defesa Civil deve ser acionada pelo 199.