Serviço de acolhimento vai atender durante 24 horas

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL), e o secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Geraldo Garippo, anunciaram ontem que o serviço de acolhimento emergencial vai receber as pessoas em situação de rua durante as 24 horas do dia. O espaço, localizado no número 630 da rua Felício de Camargo, no centro, tem 120 vagas, sendo que 65 já foram preenchidas.

Diante da frente fria que atinge a cidade, registrada pela Defesa Civil, as autoridades optaram por ampliar o horário de acolhimento. "Nosso objetivo é oferecer um espaço quente e de qualidade para aqueles que estão nas ruas. Inclusive, também estamos acolhendo os cães que vivem com os interessados. Desta forma, quem precisar pode ir diretamente ao espaço, seja manhã, tarde, noite ou madrugada, nossas equipes estão prontas para ajudar", declarou Ashiuchi.

O local, em funcionamento desde o início da pandemia do coronavírus (Covid-19), oferece a oportunidade de acolhimento completo com refeições, atividades coletivas e individualizadas, espaço para higiene pessoal e área dedicada ao cuidado de animais. No ambiente, o grupo ainda encontra oportunidade de acompanhamento multidisciplinar, inclusive com serviços de Saúde, para o início do processo de reinserção social.

De acordo com Garippo, que esteve no local, atualmente, o espaço tem 65 pessoas abrigadas. "O acolhimento emergencial tem garantido banho, roupas e cama para todos os acolhidos. Também asseguramos acesso à retirada de documentação pessoal, encaminhamento para o sistema de saúde, orientação para a retomada das relações familiares e recâmbio para a cidade de origem, se assim o acolhido e a família quiserem, além de trazer orientação e direcionamento para atividades de geração de renda. Nossa missão tem sido transformar vidas", afirmou o secretário.

Por fim, o chefe do Executivo pediu o apoio de toda a comunidade. "Se você puder orientar uma pessoa em situação de rua, peça para ela nos procurar no 'antigo restaurante popular'. Por aqui, estaremos preparados e vamos dar todo o suporte necessário durante as 24 horas do dia", finalizou o prefeito.

Além disso, a pasta também conta com outras vagas no Centro Social Bom Samaritano, com quem é mantido convênio e para onde a pessoa pode ser direcionada se for necessário. Para mais informações, dúvidas ou sugestões, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) pode ser contatado pelo telefone 4747-1973 ou 4743-2588, de segunda à sexta-feira, das 8 às 17 horas.