Live estimula cooperação entre as unidades escolares

A Secretaria de Educação de Mogi das Cruzes realizou na manhã de ontem uma live de acolhimento para o início do segundo semestre da rede municipal de ensino. O encontro teve como objetivo fortalecer a rede de apoio e a troca de experiências entre as unidades escolares. As escolas que estavam em recesso retomaram as atividades no dia 19 de julho e na próxima segunda-feira, um novo grupo de escolas começará a Fase 2 da retomada gradual das aulas presenciais.

"A educação é o centro do projeto de desenvolvimento da cidade. Este é um momento em que vemos a necessidade do acolhimento emocional e do autocuidado para que a gente possa garantir dois direitos: o direito à educação e o direito de aprender. É importante que todos se sintam bem e o processo possa acontecer", observou o secretário de Educação, André Stábile. O secretário adjunto da Pasta, Caio Callegari, destacou a importância da cooperação. "Vamos reforçar os elos de cooperação entre todos. Esse diálogo e a troca de experiências são fundamentais para que todos possam crescer juntos", disse Callegari.

A live contou com a presença do professor José Henrique Porto, que falou aos educadores sobre "Educação Socioemocional - o caminho da Era da Informação para a Era da Sabedoria". Neste difícil cenário da pandemia da Covid-19, a proposta foi uma reflexão sobre o ato de educar na contemporaneidade, promovendo a ampliação dos horizontes humanos em seus múltiplos aspectos psicoemocionais.

As diretoras Patricia Helen Gomes dos Santos, da EM Prof. Dermeval Arouca e Vanessa Silva, do CEIM Profa Luiza Conceição Silva compartilharam suas experiências da Fase 1 da retomada gradual das aulas presenciais. "A gente não tinha essa vivência com o retorno, estávamos tensos para saber como seria. Com os grupos pequenos e todos engajados no cumprimento dos protocolos, essa tensão baixou", disse a diretora da escola municipal. Vanessa destacou a importância do acolhimento dos pais. "As nossas educadoras conversaram muito com os pais. Para esta fase da creche, é muito importante que eles sintam confiança em deixar as crianças".

Este processo de colaboração entre as escolas foi destacado pelo secretário adjunto de Educação. "É fundamental esta cooperação entre as escolas que já vivenciaram o processo de retorno presencial e as que irão começar as próximas fases", disse. As diretoras se colocaram à disposição das unidades. "A gente tem uma troca muito bacana. É um grupo muito colaborativo. Estamos à disposição para todas as unidades", disse a diretora Patrícia.