Covid controlada?

Comércio recebe com otimismo notícia sobre fim de restrições

Ação ocorrerá de forma gradual, a partir de domingo; no entanto, a medida depende dos índices de contaminação

André Diniz
30/07/2021 às 05:30
Atualizada em 30/07/2021 às 05:30.
Emanuel Aquilera

Emanuel Aquilera

Entidades ligadas ao comércio em Mogi das Cruzes e no Alto Tietê celebraram as recentes declarações do governo do Estado de uma possível retomada plena das atividades comerciais essenciais e não essenciais dentro do contexto da pandemia do coronavírus (Covid-19).

As declarações foram feitas no início da semana pelo governador João Doria (PSDB), em que o horário de funcionamento já será ampliado a partir deste domingo para funcionamento até a meia-noite, com taxa de ocupação de até 80% dos estabelecimentos, e o toque de recolher imposto pelo governo estadual das 23 às 5 horas será suspenso a partir deste dia.

A medida será válida para restaurantes, lanchonetes, comércio varejista, shopping-centers, salões de beleza e academias, que foram consideradas pelas autoridades sanitárias como "não essenciais" durante o auge da pandemia. A expectativa das autoridades é que, caso os níveis de contaminação da Covid-19 se mantenham em queda, no dia 17 de agosto todo o comércio será irrestrito.

A notícia foi bem-recebida pela Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), que considerou a medida como fundamental para a retomada econômica de todos os municípios do Estado, inclusive do Alto Tietê e de Mogi das Cruzes. "Esta medida é fundamental e vamos continuar com todos os protocolos sanitários para garantir a segurança de todos", informou a presidente da entidade, Fádua Sleiman.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio), Valterli Martinez, também colocou-se favorável à nova determinação do Palácio dos Bandeirantes. "Esta medida vem sendo aguardada por nossos comerciantes há meses, como fruto de todo o trabalho desenvolvido para garantir que o comércio venha a ser seguro para quem trabalha e para os consumidores", afirmou.

Valterli também apontou que a nova determinação do Plano São Paulo coincide com o início da retomada das atividades econômicas em Mogi e região: "Já tivemos a confirmação de mais de 60 novos estabelecimentos comerciais criados na nossa região, um sinal de que estamos nos recuperando. Com esta liberação, mais comerciantes não poderão apenas voltar a desempenhar seu trabalho plenamente, mas também micro e pequenos empreendedores poderão retomar tranquilamente, depois de uma longa espera".

No entanto, na visão do presidente do Sincomércio, ainda há um longo caminho para que se possa recuperar o impacto da pandemia na atividade econômica. Em sua avaliação, será necessário um período de 18 a até 24 meses para que os indicadores de produtividade e taxa de empregos possam voltar aos patamares de 2019, de antes da pandemia. "Já estávamos tendo uma leve recuperação depois da crise entre 2017 e 2018, e agora teremos um caminho ainda maior a percorrer", concluiu.

Quem Somos

Fundado por Paschoal Thomeu – circulou em 22 de novembro de 1975. Em 1992, o administrador de empresas e publicitário Sidney Antonio de Moraes adquiriu a marca e relançou o jornal em 27 de outubro. O projeto foi ganhando força e, em 23 de abril de 1997, o jornal, até então preto-e-branco e veiculado apenas uma vez por semana, passou a circular colorido e bissemanalmente. Em 18 de maio do mesmo ano, a circulação foi ampliada para trissemanal e, finalmente, em 21 de junho de 1997 concretizou-se o lançamento do Mogi News diário. São inúmeras ações que, aliadas à qualidade editorial e gráfica, consagram o Mogi News como o jornal mais lido e respeitado do Alto Tietê

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@portalnews.com.br

Comercial e parcerias:

contato@portalnews.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Portal News de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por