1,7 mil cartões falsos são apreendidos em Itaquá

Uma pessoa foi levada até a delegacia para prestar esclarecimentos sobre o caso
Uma pessoa foi levada até a delegacia para prestar esclarecimentos sobre o caso - FOTO: Divulgação/AIPMI

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Itaquaquecetuba apreendeu uma grande quantidade de bilhetes de transporte falsos após ser acionada por meio do 153 por denúncia de roubo. Ao chegar ao local indicado, foram encontrados 1.729 cartões de transporte do tipo Bilhete Único, provenientes do crime de estelionato nas tarifas coletivas. A dona do imóvel teria alugado o quarto para um rapaz, sendo conduzida até a delegacia para prestar esclarecimentos.

O secretário de Segurança Urbana, Anderson Caldeira, explica o quanto a aquisição desses produtos é prejudicial. "Os cartões com falsos créditos são comercializados sob o valor inferior das tarifas por criminosos que atuam entre as estações de trem e terminais de ônibus. Com isso, as empresas têm um prejuízo de milhões por ano e a compra dessas passagens mais baratas alimenta o crime organizado."

Os fraudadores inserem os créditos irregulares em cartões clonados por meio de hackers e compram bilhetes de terceiros para uso indevido, realizando a venda nas estações das cidades da região metropolitana. Detidos nesses crimes podem responder por estelionato e formação de organização e associação criminosa.